Selecione o idioma para traduzir os textos do blog.

quarta-feira, 15 de maio de 2019

Relacionamento interpessoal: tudo o que você precisa saber

Constantemente você  briga ou discute com as pessoas da sua família? As fofocas são comuns no seu ambiente de trabalho? Você tem poucos amigos? É importante avaliar se o problema é culpa dos outros ou se é culpa da forma como você lida com seus relacionamentos interpessoais. Neste artigo vou te contar tudo o que você precisa saber sobre relacionamento interpessoais e como ser bem sucedido nesse tema.

Relacionamento interpessoal é conexão entre duas ou mais pessoas, seja no ambiente familiar, profissional ou escolar. É um conceito bastante debatido em cursos, palestras, formações profissionais, em vídeos, blogs... O assunto é sério! Mesmo com tanta informação disponível, você realmente sabe como ter um bom relacionamento interpessoal no ambiente que você convive? Você sabe como ter harmonia em todas as suas relações?

O convívio com outras pessoas é inevitável e em qualquer lugar, saber lidar com as pessoas é crucial para viver bem. É comprovado que um bom relacionamento interpessoal traz mais produtividade ao trabalho, traz um lar mais harmonioso, mais amigos e relacionamentos de qualidade. Traz mais qualidade de vida e paz de espírito: quantas noites de sono são perdidas e quantas dores de cabeça acontecem por conta de relacionamentos!




O ser humano é bastante sociável e isso foi seu sucesso no processo evolutivo: o homo sapiens só sobreviveu em detrimento às outras especies humanoides exatamente por que soube se associar em grupos - eis aí o início da estrutura familiar - para poder se defender e se ajudar mutuamente na obtenção de abrigo e alimento. Isso pode ser lido no livro Uma Breve História da Humanidade. [Leia a resenha clicando aqui: https://resenhasalacarte.com.br/resenha/sapiens-breve-historia-humanidade/ ] Qualquer relacionamento envolve um nível de complexidade, principalmente se houver convivência diária de muitas horas por dia e muitos dias por semana. É mais fácil conviver quando temos muitas afinidades, mas ter diferenças não é motivo para não saber lidar com os outros!

Existem várias atitudes importantes para que o sucesso nos relacionamentos interpessoais seja alcançado e é totalmente possível! Este texto traz pérolas de sabedoria sobre como ter relacionamentos de sucesso. Continue a leitura para saber que atitudes são poderosas para melhorar seu relacionamento interpessoal.


Ter Empatia

Muitos falam que deve-se fazer ao outro aquilo que gostaria que fizessem consigo. Mas não é tão simples assim: nem sempre o que é bom pra mim é bom para outro indivíduo. Todos pensamos de forma diferente e temos atitudes e gostos próprios. Empatia é portanto, a atitude de se colocar no lugar das pessoas, sem julgamentos, para compreender como aquela pessoa gostaria de ser tratada. Ser empático é ter a capacidade de compreender a percepção do outro em relação ao mundo, suas razões e suas ações.
                              

Ser tolerante

"Tolerância é uma necessidade em todos os tempos e para todas as raças. Mas tolerância não significa aceitar o que se tolera"

Mahatma Gandhi

Com certeza você já conheceu ou conviveu com pessoas diferentes, com ideias e opiniões  as vezes MUITO diferentes das suas. Cada um tem sua identidade e caminhos próprios, cada um pensa de forma diferente e cada um tem sua própria cultura e formação pessoal. Tolerar é respeitar as diferenças e essas diferenças podem ser o tom de voz, a linguagem, as crenças, a sexualidade, a política...  Portanto, tolerar é essencial para a convivência em comunidade, quem tolera sabe conviver com as diferenças alheias. E atenção: machismo, preconceito linguístico e racismo não são opiniões nem ideias, são formas de intolerância!!

Desenvolver a  inteligencia emocional

Muito se fala de ter inteligência emocional, há muitos livros e cursos, mas poucas pessoas sabem como aplicar a teoria na prática. Inteligência emocional é saber lidar com as emoções, controlando-as em momentos que você provavelmente sabe, ou deveria saber, que te tiram do sério. Assim, o primeiro passo é saber em quais situações você sente raiva, ira, ódio, inveja, estresse, ansiedade, tristeza, mágoa e quando a situação surgir, se controlar e não extravasar esses sentimentos. 

Talvez você sente raiva quando o motorista de trás te ultrapassa ou fica chateado quando alguém bagunça suas coisas, ou fica ansioso quando você tem que estudar para alguma prova na faculdade. O primeiro passo identificar e assumir que você tem essas sensações e dessa forma controlar as emoções negativas, não ficando tão raivoso ou tão irado. Nem sempre o sentimento some, mas pode ir tomando proporções cada vez menores, gradativamente. Todas esses sentimentos são nocivos, saber identificá-los como danosos é sinônimo de maturidade. E saber identificá-los e evitá-los é sinônimo de maturidade emocional.



Evitar a arrogância

O arrogante nunca admite seu erro, culpa, se acha superior e sempre conta vantagem. Muitos arrogantes humilham o próximo. Muita gente não tem um autoconhecimento apurado e realmente não saber se é ou não assim. Analisar-se é fundamental para evitar ser arrogante. Se você tem pensamentos como “não preciso da ajuda de ninguém”  ou " sou melhor que toda essa gente" então você é uma pessoa arrogante. Todos temos que aprender alguma coisa e sempre haverá alguém que sabe mais do que nós. 

Evitar disputas e conflitos


                                         

Seja paciente, não revide na mesma moeda. Se você tem problemas com a pessoa que faz algum mal com você, tente resolver e dar um ponto final. Se não foi possível, deixe passar. Parece muito fácil falar para evitar disputas e conflitos mas o importante é manter a cabeça fria e não responder a tudo que te dizem. Maturidade é saber ouvir e responder conforme a sua própria essência e não de acordo com as situações externas. Não é fácil, ainda mais quando se está chateado ou apreensivo com algum outro assunto, mas é importante tentar. Quando se começa a evitar disputas e conflitos tudo melhora, tudo se transforma e o resultado acaba te incentivando a continuar.

Seja mais amigável

Considero esta a atitude mais simples e prática de ser tormada. Simpatia, boa vontade e gentileza são muuuito importantes. Não custa nada sorrir, ser educado e gentil. Seja uma pessoa agradável. Cumprimentar com um bom dia, boa tarde, se despedir são fundamentais para ter um clima agradável em qualquer ambiente. Se você nunca fez isso, se não é costume seu, faça e surpreenda as pessoas ao seu redor.



Mudar para melhor e se aperfeiçoar deve ser o nosso lema constante na vida. Melhorar o relacionamento interpessoal é fundamental em todas as áreas. Por isso, para começar a ter relações saudáveis no dia a dia, é preciso estar disposto a expandir sua mente e seus relacionamentos, mudar hábitos e atitudes e dessa forma melhorar a sua qualidade de vida e também a do próximo.

terça-feira, 7 de maio de 2019

6 fatores pouco conhecidos que podem afetar suas finanças pessoais

Muito se fala sobre finanças pessoais: blogs, livros, vídeos.... Mas poucas pessoas realmente sabem como gerenciar as próprias finanças. Muita gente até tem bons salários mas o descontrole e desorganização na hora de investir e gastar dinheiro acaba acontecendo e de repente as dívidas e longos financiamento acabam ocorrendo. E a pergunta é: porque?



O planejamento financeiro é fundamental para aqueles que querem ter sucesso na vida financeira. Muitos fatores podem influenciar o equilíbrio financeiro, como gastar menos do que se ganha, e realizar o controle de todas entradas e saídas. Parece muito fácil falando assim, não é mesmo? Esta é uma informação trivial e está ao alcance de todos, mas a sua prática é que encontra diversas barreiras e dificuldades para ser concretizada. É preciso conhecimento prático e alcançável.


                                

Quem não tem conhecimento sobre os fatores que podem afetar as finanças pessoais acaba refém de inúmeras práticas feitas para o consumidor cair em endividamento: cheque especial, empréstimos, pagamento mínimo do valor do cartão de crédito, financiamentos... Além das influências que a mídia impõem para consumir determindo produto ou serviço. Quantas coisas parecem facilitar nossa vida e na verdade acabam nos levando a grandes problemas!

Faça com que seu orçamento seja um fator determinante na sua qualidade de vida e não o contrário. Leia o texto na íntegra para saber qual é o seu calcanhar de Aquiles e saber o que você está fazendo certo. É totalmente possível se livrar das dívidas e investir em algo realmente de valor. Continue a leitura.



Determinar percentuais no orçamento - regra do 50-15-35

Se você deseja alcançar a sua independência financeira e garantir uma vida de fartura, liberdade e poucas preocupações com relação ao dinheiro, estar atento a esse fator é valiosíssimo. Li essa questão importante no blog do Organizze e achei incrível .

É simples e bastante útil. É preciso dividir sua renda em percentuais, mas que sejam: 50% para gastos essenciais, 15% para prioridades financeiras e 35% para estilo de vida.

Dessa forma, aquilo que é básico e fundamental não deverá superar 50% do seu orçamento! Sendo assim moradia, contas de consumo, educação, transporte, alimentação não devem ir além de 50% da sua renda líquida.

Em seguida, as prioridades financeiras devem se limitar a 15% do seu orçamento. Se você está endividado, essa é a parcela que deverá ser determinada para o pagamento desses compromissos. Do contrário, esse percentual deve ser destinado à poupança e construção de patrimônio. Ou seja, suas prioridades financeiras são tudo o que é essencial para você ter um bom padrão de vida no futuro, sendo os objetivos que você determina e constrói a partir de hoje ou as pendências de ontem que você resolve.

                             

Seguindo os dois parâmetros anteriores, você conseguirá 35% do seu orçamento para gastar com coisas que gosta e trazem sentido para sua vida: passeios, cinema, hobbies, livros, salão de beleza, cuidados pessoais, restaurantes e tudo mais que te define e te motiva. Esse é o percentual que tem potencial de ser reduzido, caso você queira fazer uma pós-graduação, ou um mestrado.

Ter uma planilha de finanças pessoais

Finanças pessoais necessitam de controle. Além disso, para gerenciar melhor a regra do 50- 15-35 é importante ter uma planilha de gastos mensais. Tem várias disponíveis aqui no site da Konkero. Basta clicar e lá terão três modelos disponíveis. Isso vai te ajudar muito na regra do 50-15-35, vai ser de grande utilidade para organizar o que você irá gastar durante o mês e a contabilizar direitinho as porcentagens. Nessa hora a organização é crucial para a sua saúde financeira, deixar tudo contabilizado e registrado é importantíssimo.

Avaliar as compras

Este fator é imprescindível: é preciso avaliar as suas compras. Isso não quer dizer que nunca mais você vai poder comprar algo, mas é preciso ver a frequência com que você faz isso. Dentro dos 35% da sua renda, é preciso analisar que tipos de compras e serviços você está investindo. Cuidar do instinto consumista é muito complicado porque o impulso acontece por vários motivos e ainda é impulsionado pelas técnicas de marketing usadas pelas empresas.

É importante usufruir, é claro, mas por impulso as vezes uma coisa leva a outra e por aí vai. Imagina: você vai no shopping comprar uma calça Jeans e de repente você sai da loja com uma blusa que combina perfeitamente, um brinco ma-ra-vi-lho-so e um óculos no estilo, sendo que o que você estava determinado para comprar seria apenas a calça e quem sabe se você irá utilizar esses itens extras que você comprou. Portanto, pesquise os preços antes de comprar qualquer coisa. A internet tem um número incontável de sites e lojas online que permitem as compras.

Além disso, livre-se daquilo que você não utiliza. Você tem TV por assinatura e não usa? Cancele. Analise os planos de telefonia que você utilize procure um mais adequado para você, veja as promoções. Cancele tudo que o que você não utilize: serviços de streaming, revistas etc. Pague somente aquilo que você efetivamente usa.
                             


Estabelecer objetivos financeiros

Dentro dos 15% determine exatamente valores, prazos e objetivos a serem atingidos. Organize-se de forma a criar as condições para que a meta seja cumprida. Se você tiver um financiamento para quitar, organize-se para adquirir, por exemplo, um automóvel. Defina exatamente o que, onde e quando aquela meta será alcançada.

                              

Abusar na hora de usar o cartão de crédito

O cartão de crédito pode ser um dos maiores inimigos das finanças pessoais. Muitas pessoas tem mais de um cartão de crédito e muita gente paga só o valor mínimo por mês, acumulando várias parcelas e impactando diretamente o futuro.

Evite adquirir mais de um cartão, procure ter apenas um e se possível nenhum! Junte recursos e compre bens ou contrate serviços pagando de uma só vez. Muitas lojas oferecem descontos e oportunidades em compras à vista. Isso também ajuda a controlar a ânsia de consumo, pois caso você não tenha todo o dinheiro para gastar, vai te fazer pensar duas vezes se vale a pena ou não! Além disso, ter um cartão facilita muito a compra.Caso você não consiga comprar sempre à vista, tenha apenas um cartão de crédito e parcele em poucas parcelas.

                           
Pagar as contas em dia

Este fator evita o pagamento de juros ou taxas extras. Muitas pessoas já programam o pagamento do boleto direto na conta corrente mas outras ainda tem o costume de ir a bancos e casas lotéricas. Coloque lembretes no celular e sempre que uma conta chegar pelo correio, procure logo pagá-la, antes do vencimento. Procure ver se as datas de vencimento são adequadas: se você recebe o salário no dia 7 de cada mês e a sua conta de internet vence no dia 5, procure ver se é possível mudar a data do vencimento para que você não pague atrasado. 


                                       

A desorganização financeira pode até afetar sua saúde física e psicológica. E tem mais: o número de brasileiros endividados cresce cada vez mais! Independente de altos ou baixos salários, o brasileiro não faz orçamentos nem se organiza em relação às finanças.

Sabendo de todos esses fatores que podem afetar suas finanças pessoais é possível ser totalmente bem organizado financeiramente.É importante evitar problemas e é preciso utilizar seu dinheiro com inteligência.

domingo, 28 de abril de 2019

07 brilhantes dicas sobre como aprender espanhol (você não pode ignorar a #5)

Você já começou a estudar espanhol e desistiu no meio do caminho? Você já pensou em ser poliglota? Ou conhecer sobre a cultura de outros países e até mesmo viajar? A porta de entrada para esses sonhos pode simplesmente começar de uma atitude. Leia esse texto até o final e descubra como realmente aprender espanhol de forma eficiente!



Eu sou aluna de espanhol e tenho um inglês intermediário. Já fiz inúmeros cursos, já estudei em várias escolas de idiomas... E nem sempre tive um rendimento equivalente ao meu esforço.

O que vai determinar o seu sucesso em qualquer resolução é a sua dedicação - frase bem comum - mas tem que ser a dedicação correta, com esforço planejado. É até aquele paradigma : quanto mais nos esforçamos e quanto mais tempo nos dedicamos sempre teremos um resultado melhor : mas você compraria um livro em uma livraria só porque ele demorou dez anos para ele ser escrito, mesmo que não tenha uma boa história?

Enfim, vou passar 10 dicas valiosíssimas, que são tanto dicas próprias quanto de professores meus. Se todos os estudantes tivessem essas dicas antes de começarem a estudar idiomas, com certeza aprenderia de forma mais eficiente, evitando perdas de tempo.

As dicas são para o idioma espanhol, mas também é totalmente aplicável a qualquer outro idioma.

Se você realmente quer aprender espanhol, se quer aprender outros idiomas, este é o artigo certo para você. Confira dicas sensacionais para aprender espanhol.


1. Escute e cante músicas
Escute muitas músicas em espanhol... Procure músicas desde Chaves até Manu Chao, Enrique Iglesias, Maná…Amo a Julieta Venegas, ela já fez duetos com o Lenine e com a Marisa Monte, a voz dessa cantora é bem marcante. Além disso, há grandes cantores bastante famosos de diversos países: Shakira, Enrique Iglesias, Maná, Ricky Martin,  RBD, Thalia...



Mas não se limite apenas a ouvir as músicas. Cante. Quando você canta, mesmo que desafinado, o vocabulário vai se instaurando no insconsciente e você acaba absorvendo as palavras, quando você estiver em situações de precisar se comunicar, as palavras vão surgir, quando você ler vai conseguir pronunciar e quando você ouvir em filmes ou músicas, vai conseguir compreender e entender a pronuncia e identificar qual palavra foi dita, isso em fração de segundos. Nosso cérebro é genial e consegue associar tudo. Tudo devido à plasticidade neural: quando nos habituamos, nossas células cerebrais forma novas sinapses e sempre que reforçamos aquele hábito, é cada vez mais fácil e mais rápido executar a atividade. Então usemos nosso cérebro ao nosso favor. Como já deve saber, a língua espanhola está recheada de músicas animadas, divertidas, românticas e lentas, ou seja: tem pra todo gosto.As músicas lentas facilitam a compreensão e a repetição, já as músicas rápidas são mais animadas e empolgantes, ambas vão facilitar o aprendizado.

2. Fale em voz alta

Falar em voz alta em casa sozinho não é coisa de maluco, é uma boa maneira de desenvolver a fala do novo idioma. E quando tiver a oportunidade de falar com um nativo, deixe a vergonha de lado. Quem está aprendendo tem que tentar sempre e não importa se está cometendo erros. Quando falamos, da mesma forma quando cantamos, estamos nos habituando a pronunciar as palavras em outro idioma e vamos absorvendo mentalmente. Ler em voz alta é uma forma de você desenvolver sua pronúncia e também suas habilidades de ouvir a língua.

3. Priorize e treine o vocabulário

Outra dica importante  é não se preocupar demais com a gramática no estágio inicial. Aprenda o vocabulário primeiro e se concentre na gramática depois. A gramática é bastante complexa e o idioma possuir diversos falsos-cognatos que podem causar uma confusãozinha caso você viaje para um país com falantes da língua. Falsos cognatos são palavras iguais ou muito semelhantes em português e espanhol que possuem significados diferentes.

E como treinar o vocabulário? Sempre que estiver estudando, ouvindo músicas e filmes e ler uma palavra desconhecida escreva. Mas, em vez de escrever apenas “taco”, opte por escrever frases mais longas como: “Este taco es delicioso” ou “Este taco cuesta un dólar”. Frases assim fazem com que vá você fixe melhor, pois você estará analisando em qual contexto aquela palavra se encaixa.

4. Leia tudo em espanhol

Leia livros, revistas, artigos em espanhol. Mas não se limite a isso: tente realmente imergir: troque o idioma do celular para espanhol, altere o idioma das redes sociais, escreva notas na geladeira/evernote ou agenda em espanhol. Quanto mais você fizer, mas resultado terá.



5. Ouça podcasts em espanhol

Seja a pé, de carro ou de transporte público, você pode fazer o download de podcasts em espanhol e ouvi-los no caminho. Procure temas que você tenha afinidade, como alimentação, saúde, esportes, educação, cultura, para que seja um momento bem proveitoso. Meia hora por dia te ajudará mais do que pensa!Aproveite apps gratuitos para ouvir podcasts 30 minutos por dia fazem toda a diferença.

6. Assista a novelas mexicanas e séries

As novelas mexicanas são uma excelente forma de aprender conversas quotidianas e se divertir muitíssimo. O drama, as maquiagens exageradas... Maria do Bairro, Marimar, RBD e Carrossel. Há também muitas séries no netflix menos teatrais e mais consistentes, com o Narcos, La Casa de Papel, Club de Cuervos, La Casa de Las Flores , Las Chicas del Cable, El Tiempo Entre Costuras. .

Mas não é para assistir qualquer forma não!A dica é assistir séries e novelas exatamente porque tem a duração média de 20 a 50 minutos. Por qual motivo, você deve estar se perguntando ... Porque você terá que assistir 3 vezes: a primeira com legenda em português, a segunda com a legenda em espanhol, a terceira sem legenda. Se fosse um filme de duas ou 3 horas, seria bem maçante, você não acha?

essa é uma forma interessante de melhorar o seu processamento auditivo. Na terceira vez que assistir ao filme, sem legendas, você já conhecerá a história e talvez se lembre de vários diálogos.

Assim, você fará associações entre forma, som e significado, além de treinar o reconhecimento de várias palavras no outro idioma.

7. Traduza

Faça exercícios de traduções do português para o espanhol, mentalmente ou escrevendo em um caderno de notas. Se você estiver andando na rua e ler alguma plaquinha, panfleto ou letreiro tente traduzir para o espanhol e até mesmo soletre o que você ler. Tentar traduzir do português para o espanhol, mesmo que mentalmente é um exercício muito eficaz. E é uma delícia fazê-lo, você acaba traduzindo e aprendendo com efetividade.


sexta-feira, 15 de março de 2019

Sociologia: uma introdução crítica. - um breve resumo

Recentemente estudei um livro do autor Pedro Demo, em que se discute uma introdução alternativa em relação as outras introduções à sociologia.

Obs: este post é puramente científico, não estou me posicionando de forma política, a favor ou contra partidos políticos ou organizações. Comentários desrespeitosos/agressivos serão excluídos.

De acordo com Pedro Demo, as introduções ao estudo da sociologia em geral fundamentam-se em diversas estruturas e organizações sistemáticas e dessa forma, a sociologia não consegue ser definida simples e convencionalmente. Cada autor, cada escritor escreve teses que abrem inúmeros questionamentos e acabam por se envolver em discussões inevitáveis e infinitas. A sociologia tem uma eterna juventude crítica e irreverente, como reflexo de sua crise diária de autodefinição. Ele propõe que seu livro portanto, seja uma alternativa às diversas outras introduções metódicas e sistemáticas.

O autor conceitua que a sociologia não pode ser conceituada como a ciência que estuda a sociedade, devido diversas outras ciências como história, antropologia, psicologia e economia também estudarem a sociedade a partir de ângulos diferentes.

Qualquer ciência necessita de um objeto de estudo, algo suficientemente delineável e de método adequado, como por exemplo a química, que estuda a matéria e suas transformações, ou seja estuda características e propriedades da matéria e a forma como a matéria relaciona-se com a energia.Da mesma forma, Pedro Demo destaca que a sociologia refere-se ao tratamento teórico e prático da desigualdade social.

Portanto, de acordo com Pedro Demo, pode-se definir a sociologia como a ciência que estuda os fenômenos da sociais da desigualdade, procurando explicar porque o privilégio e sucesso são a realidade de poucos e da mesma forma que a miséria e esquecimento são para a maioria, baseando-se em teorias explicativas e combatendo de forma concreta, indo a campo, solucionar os problemas sociais, por meio de partidos políticos e organizações públicas.

Toda sociedade é desigual, tanto as matriarcais quanto as patriarcais, ocidentais ou orientais. Sempre haverá desigualdade porque existem homens e mulheres, brancos e negros, pobres e ricos. Sempre que houver pessoas diferentes haverá domínio e subordinação de alguma dessas partes e a desigualdade existirá, é algo inerente à humanidade, independente de quaisquer épocas estivermos falando.

Além disso o autor fala sobre a regularidade do fenômeno social, ou seja, explica que os fenômenos sociais não podem ser definidos por leis. As leis da relatividade ou as leis da termodinâmica são descrevem o fenômeno observado como lei da natureza, sem questionamento e indubitável. Ele pontua que existem certos acontecimentos sociais que, depois terem sido investigados sobre sua ocorrência, nota-se que são prováveis de serem reincidentes, sendo denominados como regulares.

Este foi um curto resumo de um livro que li e espero que possamos discutir nos comentários aspectos importantes.


REFERÊNCIA:  DEMO. Pedro. Sociologia: uma introdução crítica. 2 ed. São Paulo: Atlas, 19

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Sexta inspirativa...


Não espere de alguém soluções para sua vida. Há coisas que só você pode fazer por si. Faça!
Leia mais, caminhe mais, alimente-se melhor. Estude mais e busque qualificação. Quando nada plantamos, nada colhemos.
Aja com mais autonomia e independência e liberte-se do que está lhe impedindo de ser quem é. Sê corajoso!



segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Segunda Poética.

Nos últimos dias estava bem preocupada e ansiosa, com medo de não saber agir corretamente ou mesmo não conseguir fazer o que tenho de fazer. Fui ler, ou melhor, conversar com meus livros. Veja o que Cecília Meireles nos diz sobre isso.
Cântico VI
Tu tens um medo de
Acabar.
Não vês que acabas todo o dia.
Que morres no amor.
Na tristeza.
Na dúvida.
No desejo.
Que te renovas todo dia.
No amor.
Na tristeza.
Na dúvida.
No desejo.
Que és sempre outro.
Que és sempre o mesmo.
Que morrerás por idades imensas
Até não teres medo de morrer.
E então serás eterno.
MEIRELES, C. Antologia poética. Rio de Janeiro: Record, 1963, fragmento.

domingo, 3 de fevereiro de 2019

Lindo texto. Autor desconhecido.

O Dr. Abraham, conhecido especialista em câncer, já estava a caminho de uma importante conferência em outra cidade, onde receberia um prêmio no campo da pesquisa médica.

Ele estava animado com o prêmio e assim embarcou em um avião para o local. No entanto, duas horas depois de o avião decolar, fez um pouso de emergência no aeroporto mais próximo devido a um problema técnico.

Com medo de não conseguir chegar a tempo da conferência, ele foi imediatamente à recepção para fazer perguntas. Ele descobriu que teria que esperar dez horas pelo próximo vôo até o seu destino! Ele alugou um carro e dirigiu-se à cidade da conferência, que ficava a quatro horas de distância.

Logo depois que ele saiu, o tempo mudou e uma forte tempestade começou.

O aguaceiro tornou difícil para ele ver, então ele perdeu uma curva que ele deveria fazer.

Dirigindo na chuva pesada em uma estrada deserta, sentindo fome e cansado, ele freneticamente começou a procurar por qualquer sinal de civilização. Ele se deparou com uma pequena casa esfarrapada e bateu na porta. Uma bela dama abriu a porta. Ele explicou sua situação e queria usar o telefone da moça, mas ela não tinha telefone. Ela, no entanto, pediu-lhe para entrar e esperar até que o tempo melhorasse. O médico que estava com fome e exausto aceitou a oferta. A senhora ofereceu-lhe algo para comer e beber.

Ela pediu-lhe para se juntar a ela em suas orações, mas ele recusou. Segundo ele, ele acreditava em trabalho duro, não em orações! Sentado à mesa e tomando seu chá, o médico observou a mulher rezar muitas vezes ao lado do berço de um bebê. Sentindo que a mulher poderia precisar de ajuda, o médico perguntou-lhe exatamente o que ela precisava de Deus e perguntou se Deus alguma vez ouviu suas orações.

Quando ele perguntou sobre a criança no berço, a mulher explicou que seu filho estava com câncer. E eles tinham sido aconselhados a consultar um médico chamado Abraham, que poderia curá-lo, mas ela não tinha dinheiro suficiente para pagar seus honorários.

Ela disse que Deus ainda não havia respondido suas orações, mas disse que Deus criaria alguma saída um dia. Ela acrescentou que não permitiria que seus medos superassem sua fé!

Atordoado e sem palavras, o Dr. Abraham começou a chorar! Ele foi forçado a dizer em voz alta: "Deus é grande" e se lembrou da mulher, toda a sequência de eventos ruins: mau funcionamento no avião, uma tempestade e como ele se perdeu. Tudo isso aconteceu porque Deus responde as orações, queria dar a ele uma chance de sair de sua escravidão na carreira materialista e dedicar algum tempo a uma pobre mulher indefesa que não tinha nada além de ricas orações!

Oh! Que Deus!

* Deus pode não responder às suas orações do seu jeito, mas ele sempre responderá do Seu jeito. *

_ * Nos bastidores, ele moverá os homens, o clima, eventos, circunstâncias, etc., a fim de obter o melhor para você! _ *

Não pare de confiar!Não pare de esperar!Deus está ocupado planejando sua dança este ano!
Aguente!Aguarde! Procure-O diariamente!


Fonte: desconhecida.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019


Você deve sentar-se em silêncio antes de decidir sobre qualquer assunto importante, pedindo ao Pai as Suas bênçãos. Então, por trás do seu poder estará o poder de Deus; por trás da sua mente, a mente dEle; por trás da sua vontade, a vontade dEle.

Paramahansa Yogananda, "A Lei do Sucesso"