Selecione o idioma para traduzir os textos do blog.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Como mudar de hábitos - o guia absolutamente completo.

Você sabia que os seus hábitos são seus maiores inimigos? E sabia que mudar hábitos ruins pode transformar toda a sua vida? 


Mudar de hábitos pode parecer impossível, mas esse guia te mostrará como fazer isso e finalmente você poderá alcançar suas maiores metas e objetivos e assim, realizar seus sonhos.


Os hábitos fazem parte de 40% do nosso dia. Ou seja, passamos a maior parte do tempo agindo conforme ideias já estabelecidas em nosso subconsciente. E isso é bom, já que eles facilitam nosso dia a dia e liberam nossa mente para que possamos aprender coisas novas. Poupam nossos neurônios de trabalhar para atividades simples, como lavar as mãos, escovar os dentes... Imagine se você tivesse de pensar na coordenação dos pés nos pedais de freio, acelerador e embreagem o tempo todo ou como andar de bicicleta.



Se você passa quase metade da sua vida cultivando hábitos destrutivos ou que nada contribuem para a conquista dos seus objetivos, como esperar resultados satisfatórios? Não é possível mudar algo em sua vida repetindo sempre as mesmas atitudes e ações.


1º passo - Identifique que hábito você quer mudar


Todos temos maus hábitos, mas nem sempre sabemos exatamente quais. O que sabemos são as consequencias ruins geradas pelos maus hábitos. Exemplo: você é uma pessoa muito desorganizada financeiramente, mas não sabe exatamente como você extrapola os limites de cartão, ficando sempre no vermelho e precisando recorrer ao cheque especial. O que pode estar acontecendo: talvez você tenha sempre dois ou três cartões de crédito à mão e no fim do mês se surpreende com a fatura. Talvez colocar todos os seus gastos em um papel vão te fazer organizar as finanças e saber em que momento você age por impulso ou por tentação. Nem sempre você precisa realmente daquela bolsa ou sapato ou daquele enfeite de mesa. Então, o hábito que você quer mudar é de comprar coisas desnecessárias. Logo, você percebe que faz isso sempre que vai ao shoping pra relaxar depois de uma chateação, por exemplo, para poder ficar mais feliz, se é que traz felicidade.  Identificar o que exatamente te leva a fazer aquilo é identificar o hábito.

Portanto, tenha muito claro qual o hábito você quer mudar e por qual motivo quer mudá-lo. Quando temos um propósito bem definido,  as chances de desistir e voltar atrás reduzem bastante. Na prática: assuma o que está ruim na sua vida e identifique qual hábito te faz chegar nesse ponto. Depois de identificar o hábito, anote em um papel e deixe-o visível no espelho do seu banheiro ou na sua mesa do escritório, para que sempre possa ver e rever sua resolução.

2º passo : Esse passo complementa o primeiro. Para cada novo projeto ou objetivo que se pretende alcançar, costumo fazer uma lista de tarefas que devem ser executadas até que o objetivo seja atingido e à medida que vai progredindo, risque as tarefas cumpridas, isso te dará um sentimento de progresso e você se estimulará a continuar, pois a visualização diária do progresso incentiva a execução das tarefas, te mantendo focado e dificultando que você desista.

3º passo: Troque um hábito ruim por um hábito bom





Os hábitos são padrões de ações e pensamentos repetitivos que podem ter se originado há cinco, dez ou até mesmo vinte anos. Dificilmente hábitos mais enraizados podem ser cortados subitamente. Um bom método é substituir o seu hábito ruim por um bom hábito novo. Por exemplo: você não consegue abrir mão de uma bebida na hora da refeição. Que tal deixar de beber refrigerante e beber um suco natural? Se o problema for a sobremesa, que tal deixar de tomar sorvete e comer uma fruta? Se você chega em casa e passar horas perdidas no celular e quer desgrudar dele, que tal organizar um armário, ou limpar a cozinha ou fazer uma caminhada?

4º passo: Treine sua mente.




Esse passo será subdividido em três partes, pois a mente é sempre complexa e com os passos a seguir, você será imbatível.


 --Não admita comentário maldosos externos e internos.



Tenha maturidade para aguentar comentários e piadinhas como : " duvido que você consiga" ou "isso é bobagem". Não permita que comentários afetem sua disciplina. Além disso, seu pior inimigo pode ser você mesmo. Não acreditar no seu próprio potencial ou habilidades é abandonar sua autonomia e deixar ser comandado por qualquer um. Se você não acredita em si mesmo, qualquer um que aparecer vai te dizer que você não tem capacidade e você acreditará nisso. Ou pior, as vezes ninguém precisará te dizer nada e você já achará que é incapaz. A mente ou as pessoas podem te dizer que você é incapaz de libertar-se de um hábito em especial, mas os hábitos são apenas repetições de seus próprios pensamentos e, esses, você tem a capacidade de mudar.

-- Não desista apesar das adversidades.


Se em algum momento você cedeu à tentação e acabou repetindo algo indesejável, não se sinta deprimido ou culpado: levante a cabeça, siga tentando e não desanime. O caminho é árduo e nem sempre acertamos e fazemos o que devíamos ter feito. O erro faz parte do aprendizado, não podemos esquecer disso, na maioria das vezes só vemos os resultados excelentes das pessoas de sucesso e não ficamos sabendo que durante todo o processo houveram tropeços e falhas graves. Porém não se acomode: tente continuar o processo, sem olhar para trás.

-- Tenha expectativas reais



Muitas pessoas iniciam o hábito de escrever mais todos os dias em uma página pessoal e pretendem ter grandes feitos. Mas nem sempre os textos são aclamados pela crítica e acabam desistindo. As vezes a meta é emagrecer dois quilos por semana, sendo que nem sempre o metabolismo corresponde ao esperado. Tenha expectativas reais e progressivas. Poucas pessoas param de fumar de uma hora para outra ou superam a vontade de comer doces. Tenha expectativas reais, alcançáveis a curto prazo para não se desestimular e quando menos se espera você já saberá tocar uma sinfonia ao piano. 




E lembre-se: se você quer fazer mudanças profundas em sua vida, a primeira coisa que você precisa saber é como mudar hábitos. Apenas você é responsável por isso e o seu sucesso pode ser incomparável, atribuído somente a você. Nunca desista e sempre tente mudar, vale a pena para você, muda os outros a sua volta e assim o mundo se transforma.

18 comentários:

  1. Una muy buena reflexión, la vida misma nos va enseñando a ordenar los hábitos, creo que yo desde siempre he sido muy organizada odio las rutinas a si que me las arreglo para siempre estar aprendiendo cosas nuevas. Un abrazo feliz semana.

    ResponderExcluir
  2. Muito boa a ideia de mudar e saber ver cada passo pra isso! Gostei! beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Parece estupendo y voy a intentar cambiar alguno de esos hábitos, pero no ME prometo nada. Un abrazo

    ResponderExcluir
  4. Ótima postagem!
    Acredito que maus hábitos podem ser superados, mas haja força de vontade...

    ResponderExcluir
  5. Excelentes dicas para uma mudança de alguns comportamentos.
    Um abraço e continuação de boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderExcluir
  6. Muito interessante, Érika.
    Um guia precioso.
    Boas férias... tempo de adquirir bons hábitos...
    ~~~~~~

    ResponderExcluir
  7. Olá Érika. Não tenho Comentado porque algo se passa no Competador.... ou se calhar são os 85 Anos que já não o conseguem fazer.
    Hoje lá consegui, Deixo-lhe os MEUS VOTOS de UM FELIZ 2019.
    Um Beijinho. Alberto.

    ResponderExcluir
  8. Oi Érika.
    Gostei da sua postagem,muitos irão seguir.
    Eu não tenho hábitos e nem vícios, mas às vezes sinto uma saudade danada dos amigos e parentes que se foram.
    A minha hora está chegando...
    Adorei
    Beijos Lua Singular

    ResponderExcluir
  9. Um texto extraordinário que nos pode trazer grandes benefícios. Basta querer.
    Beijinhos e um ótimo dia.
    Ailime

    ResponderExcluir
  10. Hábitos, muito bom texto reflexivo, vencer os maus hábitos é uma proeza!
    Todos podem, basta para isso ter propósitos definidos e paciência!
    Abraços querida Érika!

    ResponderExcluir
  11. Há hábitos que não se perdem pois exigem demasiado sacrifício!!! 😢

    ResponderExcluir
  12. Vencer os maus hábitos, transformá-los em hábitos saudáveis e positivos é uma verdadeira façanha pois vai exigir sacrifício, perseverança e paciência
    Mas quando estamos dispostos a mudar vale o sacrifício
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá Érika
    Ótima postagem. Vale a pena deixar os maus hábitos e caminhar para o novo. Bjs querida.

    ResponderExcluir
  14. Olá Érika

    Parabéns por tão bonitos conselhos!

    há muito que não vinha cá
    desde o ano passado
    Obrigada pela partilha

    HOJE fiz um post novo
    se quiser ver, aqui está:
    http://meusmomentosimples.blogspot.com/

    Para si e Família, um excelente ano com saúde!

    ANO NOVO, VIDA NOVA
    e, decidi que iria todos os dias fazer uma caminhada de 25 minutos
    Ora pois, eu até fiz 3 ou 4
    e fiquei de cama com uma faringite,
    ainda hoje estou sem voz, dores de garganta, chiadeira nos brônquios,
    porque...está muito frio.
    Não dá para continuar pelo menos para já...

    Tulipa

    ResponderExcluir
  15. Adorei as dicas, obrigada pela partilha! O ano passado mudei de emprego e isso fez com que tivesse de reorganizar algumas coisas da minha vida e achei maravilhoso sair da minha zona de conforto.
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. A great post! < 3
    I am following you and invite you to me
    https://milentry-blog.blogspot.com

    ResponderExcluir

Agradeço seu comentário!