domingo, 31 de julho de 2016

Não sou fã dessa banda, mas essa música me traz muitas lembranças. Além de a letra ser linda, a melodia é muito bonita também.



"Eu não preciso mais fazer o que você diz
Dei valor ao meu suor
Ninguém decide por mim
Se eu agi errado me perdoe porque eu não quis
Amarrar outro nó
Que prende pra dividir

O que impede de andar pra frente
É a direção que escolheu
Se um abismo separa a gente
Quem fez a escavação não fui eu
Eu sei que gente que tem coragem não finge
Que nada disso aconteceu"

sábado, 30 de julho de 2016

Existem muitas pessoas perdidas em si mesmas. Deus é um só para todos.Deus habita em cada um de nós. Somos morada de Deus. Templo do Espírito Santo. Vamos buscá-Lo no silêncio do nosso coração. 

x-x-x-x-x-x-x-x

Sempre andaram em busca de Deus, mas nunca em busca de si mesmos. E Ele não está em outro lugar. Não há um Deus senão aquele dentro de cada um...

Hermann Hesse


sexta-feira, 29 de julho de 2016

A rosa não pergunta por quê. A rosa floresce porque floresce.
Revista Pentagrama 3/2013




quinta-feira, 28 de julho de 2016

Quando temos coisas demais para fazer ao mesmo tempo, nos desencorajamos. Em vez de se preocupar com o que tem de ser feito, diga simplesmente: “Esta hora é minha. Farei o melhor que puder.” O relógio não percorre vinte e quatro horas em um minuto, e você também não pode fazer em uma hora o que faria em vinte e quatro. Viva cada momento presente de maneira intensa e o futuro cuidará de si mesmo. Aprecie plenamente a maravilha e a beleza de cada instante. Pratique a presença da paz. Quanto mais o fizer, mais sentirá a presença desse poder em sua vida.

Paramahansa Yogananda, Onde Existe Luz.

quarta-feira, 27 de julho de 2016


O complexo de inferioridade nasce da secreta consciência de uma fraqueza, real ou imaginária. Na tentativa de compensar essa fraqueza, a pessoa pode construir em torno de si uma armadura de falso orgulho e ostentar um ego exagerado. Então, os que não compreendem a verdadeira causa de tal atitude podem dizer que esse indivíduo tem um complexo de superioridade. Ambas as manifestações de sua desarmonia interna são destrutivas do Autodesenvolvimento. Ambas são alimentadas pela imaginação e pela ignorância dos fatos, ao passo que nenhuma delas é parte da verdadeira e onipotente natureza da alma. Baseie sua autoconfiança na realização verdadeira acrescida da convicção de que o seu Eu real (a alma) não pode, de modo algum, ser inferior; então você se libertará de todos os complexos.


Paramahansa Yogananda, Onde Existe Luz.

terça-feira, 26 de julho de 2016

Mais uma delicada música de Tiê
Dois


"E pelo visto, vou te inserir na minha paisagem
E você vai me ensinar as suas verdades
E se pensar, a gente já queria tudo isso desde o inicio
(...)
E mesmo assim, queria te contar
Que eu talvez tenho aqui comigo
Eu tenho alguma coisa pra te dar
Tem espaço de sobra no meu coração
Eu vou levar sua bagagem e o que mais estiver à mão"

segunda-feira, 25 de julho de 2016


Estamos sentindo o chamado do retorno à simplicidade, de um contato maior com a natureza, cuidando mais da alimentação e compreendendo que o corpo é o veículo da Alma. 
Cada vez mais há insatisfação com o consumismo, com valores ilusórios, com a loucura das metrópoles, com trabalhos sem amor, com a falta de tempo para o que realmente importa. 
Este chamado é revolucionário e está na hora de segui-lo...

Autor Desconhecido


domingo, 24 de julho de 2016


Mantenha-se ocupado com coisas construtivas para o seu próprio desenvolvimento e também para o benefício alheio, pois quem deseja entrar no reino de Deus precisa também procurar diariamente fazer o bem aos outros. Se observar esse padrão de conduta, sentirá a reconfortante alegria de saber que está avançando mental, física e espiritualmente.

Paramahansa Yogananda, Onde Existe Luz.


sexta-feira, 22 de julho de 2016

Todos os homens e mulheres bem-sucedidos dedicam muito tempo à profunda concentração. Eles são capazes de mergulhar fundo em suas próprias mentes e achar as pérolas das soluções corretas para os problemas que enfrentam. Se aprender a retirar sua atenção dos objetos de distração e colocá-la num único objeto de concentração,você também saberá como atrair, à vontade, o que quer que necessite.

Paramahansa Yogananda, Onde Existe Luz.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Casa Raquel de Queiroz

Adquirida pelo pai de Rachel de Queiroz, Daniel de Queiroz, em 1927, para facilitar o acesso dos filhos aos estudos, o Sítio Pici ficava perto da lagoa de Parangaba, que nesse tempo pronunciava-se “Porangaba”, e também do Rio Pici ou “Picy”. Pertencera à família do padre Rodolfo Ferreira Gomes e foi vendido depois a um industrial, José Guedes, de quem Daniel comprou o imóvel e fez uma nova casa para atender suas necessidades. Assim, Raquel de Queiroz ingressa no curso Normal do Colégio Imaculada Conceição, aos 10 anos, e tempo depois ajuda seu irmão Flávio no exame de admissão do Colégio Militar.

Casa de Raquel de Queiroz

O Sr. José Odacy Natalense Lemos, dono do Bar Avião, na Avenida João Pessoa, diz que via Raquel de Queiroz voltando do colégio, ao saltar do trem (a linha do trem ficava no cruzamento da João pessoa com Carneiro de Mendonça) para a charrete estacionada no antigo asilo de “Porangaba” (o asilo abriga o Hospital São Vicente). Segundo Lemos, de lá, o transporte seguia por uma estrada vicinal (hoje a Avenida Carneiro de Mendonça) que desembocava em uma propriedade de limites extensos, o Sitio Pici.

A Casa do Pici, onde Raquel escreveu, aos 20 anos, o seu primeiro livro, O Quinze (1930), casou com José Auto (1932) e teve sua filha Clotildinha (1933), que falece dois anos depois, quando morre também seu irmão Flávio, aos pouco se transforma na Casa de Raquel de Queiroz ou Casa dos Benjamins.

A casa do Pici foi o refúgio para a dor da perda de sua filha e do seu irmão, momento que escreve Caminho de Pedras (1937). Mas, em 1939, já separada de Auto, volta ao Rio de Janeiro, em 1945 Raquel e Oyama, seu novo companheiro, residem na Ilha do Governador/RJ. E, após a morte de sua mãe, 1954, os filhos fizeram à partilha das terras da família e venderam a casa do Pici.

Ainda que um pouco deteriorada, a edificação preserva vestígios da arquitetura original da época da construção, ou seja, as colunas, os mesmos armadores de ferro fundidos á parede e os três pés de Benjamins plantados pela mãe de Raquel, a Sra. Clotilde. Tais árvores dão o tom de um tempo e espaço definidos pelo predomínio da relação amistosa entre homem, natureza e ordem urbana.

A Casa de Raquel de Queiroz (Casa dos Benjamins ou Sítio do Pici) expressa, portanto, para toda sociedade as razões de seu cotidiano, o resultado dos conhecimentos experimentados na sua infância vivida no sertão do Ceará, através da escrita do “O Quinze“, obra que inaugura discurso crítico e politizado sobre a seca, em especial a que assola os cearenses em 1915.

Cúmplice dos sentimentos, da indignação e dos lances de inspiração da nossa querida escritora, essa Casa é como um livro sem censura que deve ser lido, com certeza, admirado, soletrado, apalpado e guardado, melhor, preservado como elemento de materialidade para o patrimônio histórico e cultural da nossa cidade.

Localização

Rua Antônio Ivo, 290
Henrique Jorge

Fonte: http://mapa.cultura.ce.gov.br/espaco/id:217

terça-feira, 19 de julho de 2016

Hoje é meu aniversário!

Vou agradecer a mim mesma porque eu, sem mim, não seria EU! Vou brindar os meus defeitos porque das minhas qualidades ninguém se lembra. Feliz dia para mim :) :D

Oi gente linda! Se tiver fotos de bolo/comemoração eu posto aqui tá? 




Beijossssssssssssssssssssssssssssssssssss



segunda-feira, 18 de julho de 2016


Que é isto que aperta meu peito?
Minha alma quer sair para o infinito ou a alma do mundo quer entrar em meu coração?

Rabindranath Tagore


Como seres humanos, nossa grandeza reside não tanto em sermos capazes de refazer o mundo mas, em sermos capazes de refazermos a nós mesmos.
Mahatma Gandhi


domingo, 17 de julho de 2016


Delicadeza e sensibilidade...
Tiê- Te Valorizo


" Se eu pudesse mostrar o que você me deu Eu mandava embrulhar, chamaria de meu Melhor forma não há, pra guardar um amor
(...) 
Vem, me faz um carinho, me toque mansinho, Me conta um segredo, me enche de beijo Depois vai descansar, outra forma não há Como eu te valorizo, eu te espero acordar."

sábado, 16 de julho de 2016

Os Benefícios de um Cérebro Bilíngue


Hoje trouxe um vídeo para compartilhar com vocês sobre os Benefícios de um Cérebro Bilíngue. Minha professora de inglês apresentou esse vídeo na aula e achei bem interessante.

Saber mais de uma língua pode tornar certas coisas mais fáceis , como viajar, ler ou ver filmes sem legendas. Mas há outras vantagens de ter um cérebro bilíngue. Ésse vídeo mostra que há três tipos de cérebros bilíngues e mostra como saber mais de um idioma torna seu cérebro mais saudável, complexo e engajado. Eu já ouvi falar sobre melhoras cognitivas, envelhecimento mais lento, mas o vídeo vai bem além disso e explica as diferentes áreas do cérebro onde uma segunda língua é aprendida e os benefícios que esse aprendizado pode trazer às pessoas de qualquer idade, inclusive na velhice ou primeira infância.

E então, o que acharam?


sexta-feira, 15 de julho de 2016

quinta-feira, 14 de julho de 2016

quarta-feira, 13 de julho de 2016

 O LAÇO E O ABRAÇO


Meu Deus! Como é engraçado!
Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço... uma fita dando voltas.
Enrosca-se, mas não se embola, vira, revira, circula e pronto: está dado o laço.
É assim que é o abraço: coração com coração, tudo isso cercado de braço.


É assim que é o laço: um abraço no presente, no cabelo,
no vestido, em qualquer coisa onde o faço.
E quando puxo uma ponta, o que é que acontece? Vai escorregando...
devagarzinho, desmancha, desfaz o abraço.

Solta o presente, o cabelo, fica solto no vestido.
E, na fita, que curioso, não faltou nem um pedaço.
Ah! Então, é assim o amor, a amizade.
Tudo que é sentimento. Como um pedaço de fita.

Enrosca, segura um pouquinho, mas pode se desfazer a qualquer hora,
deixando livre as duas bandas do laço.
Por isso é que se diz: laço afetivo, laço de amizade.
E quando alguém briga, então se diz: romperam-se os laços.

E saem as duas partes, igual meus pedaços de fita, sem perder nenhum pedaço.
Então o amor e a amizade são isso...
Não prendem, não escravizam, não apertam, não sufocam.
Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço!

Mário Quintana

terça-feira, 12 de julho de 2016

"Longa é a viagem rumo a si próprio, inesperada é sua descoberta. "

Thomas Mann


segunda-feira, 11 de julho de 2016

O homem deseja tantas coisas, e no entanto precisa de tão pouco.
Johann Goethe


domingo, 10 de julho de 2016

Experimento viver sem passado sem presente e sem futuro e eis-me aqui livre.
Clarice Lispector


sábado, 9 de julho de 2016

"Luta com os teus pensamentos impuros antes que te dominem.
Trata-os como eles querem tratar-te, porque, se os poupas, criarão raízes e crescerão e - repara bem - esses pensamentos te dominarão e matarão.
Acautela-te discípulo, não deixes aproximar nem mesmo a sua sombra; porque esta crescerá, aumentará em tamanho e poder, e então essa coisa escura absorverá o teu ser antes que tenhas te apercebido da presença do monstro hediondo e negro".
"A Voz do Silêncio", Blavatsky


quarta-feira, 6 de julho de 2016


Uma música linda e poética. 
Surfando Karmas & DNA.
Já disse para vocês que amo escutar Engenheiro do Havai? Rs






terça-feira, 5 de julho de 2016

Curiosidade ...




A Brasil Oiticica era uma das empresas mais antigas do Ceará, e no ramo de exportação, era tida como a pioneira no comércio de oleaginosas. Fundada pelo engenheiro norte americano Marvin, em 14 de novembro de 1934, marca o processo de industrialização do Estado do Ceará. Fechou em 1987, quando foi decretada falência. Elemento fundamental para a formação do bairro Carlito Pamplona.

sábado, 2 de julho de 2016

Quando alguém age maldosamente contra nós, por que sentimos que temos que fazer algo com relação a isso? Por que não podemos simplesmente deixá-lo nas mãos de Deus? Acredito nisso. Não podemos nós, também, dizer: “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem”, sabendo muito bem que a lei divina, o amor divino, resolverá esse problema para nós? De inúmeras formas, essa lei tem funcionado para mim durante toda a minha vida; ela funcionará para você também e para toda a humanidade.

Escrito por Sri Daya Mata, extraído do livro Só o Amor.



sexta-feira, 1 de julho de 2016

Laboratório do Riso


O Laboratório do Riso, no Sítio Ipu, em Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza, divulga o humor local para todo o Brasil. O laboratório funciona na casa onde o humorista Chico Anysio viveu parte da infância. E a inspiração, segundo os 30 humoristas que participam do laboratório vem justamente do maranguapense ilustre.


Maranguape é um local em que o humor está enraizado. Na cidade localizada a 30 km da capital Fortaleza, nasceu em 1931 o maior de todos os humoristas. Chico Anysio viveu lá até os sete anos de idade e a casa onde nasceu ainda sobrevive às mudanças que o tempo desenvolvimento trouxeram no decorrer dos anos e funciona como museu de relíquias do mestre da comédia.


Fonte: http://g1.globo.com/ceara/nosso-ceara/noticia/2014/03/casa-onde-chico-anysio-viveu-e-transformada-em-escola-de-humor.html