quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Para relembrar em outubro

A ONU
A data de 24 de outubro de 1945 é um marco no destino da Humanidade. Nessa dia -  como um raio de sol - surgiu para o bem do mundo a Organização das Nações Unidas.

Sede da ONU, em Nova York (EUA)
A criação da Organização foi logo após a II Guerra Mundial, a fim de melhorar os trabalhos desenvolvidos pela Liga das Nações. Com a reunião de cerca de cinquenta países, a Conferência das Nações Unidas busca o comprometimento dos mesmos para garantir o desenvolvimento, defender os direitos humanos e a liberdade, e manter a paz mundial.

 Depois do fim da II Guerra Mundial, foi realizada, em São Francisco (EUA), a Conferência das Nações Unidas sobre Organização Internacional, com a presença de 50 países, inclusive o Brasil. Desse encontro, resultou um documento chamado Carta das Nações Unidas, assinado por todos os países participantes, que se comprometiam a manter a paz, defender os direitos humanos e as liberdades fundamentais, além de promover o desenvolvimento dos países no mundo todo. Na verdade, ela veio substituir a Liga das Nações, que havia surgido no final da Primeira Guerra Mundial, com finalidade parecida.

 Os objetivos principais da ONU, segundo a sua Carta Constitutiva, são:
- Manter a Paz e a Segurança Internacional; - Contribuir para o respeito ao princípio de igualdade de direito e de autodeterminação dos povos; - Estimular o respeito dos direitos humanos e as liberdades fundamentais para todos sem distinção de raça, sexo, língua ou religião.

Dia da ONU: um dia para refletir sobre nossa ação coletiva por um mundo melhor.

http://www.onu.org.br

domingo, 20 de outubro de 2013

A Vida

A vida é uma oportunidade. Aproveite-a.
A vida é uma beleza. Admire-a.
A vida é um sonho. Faça que se torne realidade.
A vida é um desafio. Enfrente-o.
A vida é um dever. Cumpra-o.
A vida é preciosa. Cuide dela.

A vida é riqueza. Conserve-a.
A vida é um mistério. Explore-o.
A vida é promessa. Tenha esperança.
A vida é tristeza. Supere.
A vida é um hino. Cante-o.
A vida é um combate. Vença.
A vida é uma aventura. Conduza-a.
A vida é felicidade. Mereça-a.
A vida é vida. Defenda-a.

                    Madre Tereza

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Os dez Melhores Destinos Turísticos Brasileiros

O site Trip Advisor, elegeu levando em consideração as avaliações dos seus usuários, os dez melhores destinos brasileiros de 2013. Confira os dez mais:

RIO DE JANEIRO
1º Rio de Janeiro. Foto: Divulgação


SÃO PAULO
2º São Paulo. Foto: Divulgação


SALVADOR
3º Salvador. Foto: Divulgação


FLORIANÓPOLIS
4º Florianópolis. Foto: Divulgação


FOZ DO IGUAÇU
5º Foz do Iguaçu. Foto: Divulgação


BÚZIOS
6º Búzios. Foto: Divulgação


MANAUS
7º Manaus. Foto: Divulgação


JERICOACOARA
8º Jericoacoara. Foto: Divulgação


CURITIBA
9º Curitiba. Foto: Divulgação


GRAMADO
10º Gramado. Foto: Divulgação


O ranking é feito anualmente e existe desde 2010.
Você concorda com o ranking de melhores destinos?  Qual é o seu ponto turístico preferido?

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Pau de Tinta


O famoso pau-brasil também era encontrado na Índia. O lenho (miolo do tronco) servia para fabricar um corante exportado para as manufaturas de tecidos em Flandres (região da Holanda e da Bélgica). A madeira era ótima para móveis. E seu preço, alto na Europa.
 Você já viu o pau-brasil? A maioria dos brasileiros não. Cortaram quase todas as árvores. A devastação ecológica está em nosso berço.

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

A verdade por um fio

O telégrafo era um aparelho que permitia enviar mensagens codificadas por um fio elétrico. Foi inventado por Morse (EUA, 1844). Já em 1866, a Europa e os EUA ficaram ligados pelo cabo submarino. 
No Brasil, o telégrafo foi instalado por Guilherme Schuch em 1852. Em 1874, o Brasil também já conectava um cabo telegráfico (deitado no fundo oceano!) com a Europa e assim notícias que antes demoravam mais de um mês, agora chegavam depois de alguns segundos! A velocidade vertiginosa, eis aí uma das maiores características da modernidade.
 Graças ao telégrafo, os capitalistas europeus puderam avaliar imediatamente o valor das safras produzidas na América do Sul. Informação mais rápida, lucros maiores. 
 Uma década depois, o Brasil já tinha instalado os primeiros aparelhos, que conectavam os prédios públicos principais e as casas da elite econômica.

- Telégrafo do século XIX -

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Ilustres escritores de nossa terra

Terra natal de escritores como José de Alencar, o Estado tem outros destaques na literatura.

O Ceará foi um celeiro de escritores em várias épocas. Ainda no século XIX, José de Alencar despontou como um dos mais importantes nomes do Romantismo brasileiro. Em "Iracema", mostrou para o Brasil algumas das metáforas da formação do nosso povo, através do romance entre a índia e o branco português.

Já no século seguinte, Rachel de Queiroz, com apenas 20 anos, lançou "O Quinze", na década de 30, mostrando as agruras da seca. Também foi a primeira mulher a integrar a Academia Brasileira de Letras. Além desses também se destacaram, em um passado mais recente, os autores Moreira Campos, Milton Dias, Caio Cid, João Clímaco Bezerra, Mozart Soriano Aderaldo e muitos outros.

O Estado produziu nomes importantes em várias escolas literárias. Juvenal Galeno e Joaquim de Sousa no Romantismo; Rodolfo Teófilo e Adolfo Caminha no realismo-naturalismo; Lívio Barreto no Simbolismo; Antônio Sales, Cruz Filho e Júlio Maciel no Parnasianismo; Jáder de Carvalho e Filgueiras Lima no Modernismo e José Albano hors-concours. 

Uma curiosidade é que a Academia Cearense de Letras foi criada três anos antes da Academia Brasileira de Letras. A academia foi fundada em 15 de agosto de 1894 pelo anglo-cearense Barão de Studart e por Thomaz Pompeu de Souza Brasil.

A inspiração foi a Academia de Ciências de Lisboa e surgiu no rastro da famosa Padaria Espiritual, de Fortaleza, que tinha como participantes Antônio Sales. Hoje, a instituição, presidida pelo bibliófilo José Augusto Bezerra, conta com 34 acadêmicos.

Recentemente, alguns cearenses também tem se sobressaído. Cláudia Carvalho, integrante da Rede de Escritoras Brasileiras, chegou a ter o seu "Mulher Brasileira Procura" na lista dos dez mais vendidos de uma livraria em Fortaleza.

No Brasil, um dos destaques cearenses é Lira Neto. Autor de seis biografias, teve a obra sobre a cantora Maysa adaptada para a televisão. A biografia de Getúlio Vargas, com dois tomos já lançados, também é sucesso de crítica e vendas.



O Ceará é a terra de muitos dos melhores e mais importantes escritores brasileiros. Cabe a cada, cearense, divulgar a importância de cada um e utilizar o exemplo de cada para que surjam novos ilustres escritores cearenses.

Fonte: Diário do Nordeste.

Museus em Fortaleza

Que tal viajar no tempo, voltando aos séculos XIX, XX? Como não há possibilidade de voltar literalmente à época de D. Pedro II, da abolição da escravatura, de Padre Cícero, dos carros da Segunda Guerra Mundial, uma dica é visitar um destes museus, aqui em Fortaleza:


MUSEU DO CEARÁ 

O Museu do Ceará foi o primeiro museu oficial do Estado. Está instalado no Palácio Senador Alencar, local onde funcionou a Antiga Assembléia Provincial. Um dos Edifícios Históricos de Fortaleza. É um museu com grade acervo histórico e antropológico. No acervo inclusive a tela "Fortaleza Liberta" de José Irineu de Souza, uma das mais importantes obras da pintura cearense do século XIX.
Sua principal missão é promover reflexão crítica sobre a História do Ceará por meio de exposições e cursos.
O Museu fica localizado na Rua São Paulo, 51 - Centro.


MUSEU DA IMAGEM E DO SOM - MIS
O Museu, criado pela Secretaria da Cultura do Ceará, desenvolve atividades educativas, pesquisas, seminários, incentivando a busca pela cultura popular. Além de possuir biblioteca especializada, possui espaços expositivos e salas de multimídia.
O Museu fica na Avenida Barão de Studart, 410 - Meireles. 


MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA 
É um museu do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. Exposições regulares com o melhor da arte contemporânea local, nacional e internacional. Está localizado na Rua Dragão do Mar, 81, Praia de Iracema.


MUSEU  DE ARTE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - MAUC
Museu que tem como objetivo desenvolver atividades no acampo das artes  plásticas, visando a preservação dos bens culturais.O melhor acervo de artistas cearenses. 
Obras de Antonio Bandeira, Aldemir Martins, Raimundo Cela, Chico da Silva e Vicente Leite.
 Localizado na Avenida da Universidade, 2854 - Benfica.


MUSEU DO AUTOMÓVEL
Um dos mais completos museus sobre veículos antigos. 
Com cerca de 55 modelos de carros antigos, é mantido por uma associação de colecionadores e é o único do seu tipo no Nordeste. 
Localizado na Av. Desembargador Manoel Sales de Andrade, 70 - Bairro Guararapes. 


              MUSEU DA RENDA E O MUSEU ARTHUR RAMOS 
Anexo à casa de José de Alencar, com acervo de rendas, objetos ligados ao período dos escravos e a cultura negra. Possui uma coleção de pinturas do artista Floriano Teixeira tendo por tema as personagens das obras do escritor José de Alencar.
Está localizado na Av. Washington Soares s/n - Massejana.


MUSEU DE FORTALEZA
I
Antigo Farol do Mucuripe. Tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional o antigo farol está localizado na Esplanada do Mucuripe próximo ao Cais do Porto.
O farol foi construído em estilo barroco, entre os anos de 1840 a 1846, pelos escravos.
O prédio foi restaurado nos anos 80 e atualmente é um museu com peças referenciais sobre a Fortaleza antiga.
Fica localizado na Rua Vicente de Castro s/n - Esplanada do Mucuripe.


MUSEU DAS SECAS
Funciona no Palacete Carvalho Mota, antiga sede do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS). O acervo tem fotos e plantas de açudes, descrevendo algumas ações de combate às secas desenvolvidas na região Nordeste.
Fica na Rua Pedro Perreira, 683 - Centro.
Nota: O prédio abrigou o Museu das Secas de 1985 até 2004. Quando, por diversos problemas estruturais, foi fechado para restauro. Até a data, 08/06/2013 a edificação não foi reaberta para o público.


MUSEU DE ARTE E CULTURA POPULAR E O MUSEU DE MINERALOGIA
Na parte superior do prédio da Antiga Cadeia Pública, funciona o Museu de Arte Cultura  Popular. Fundado em 30 de março de 1973, com motivos religiosos e folclóricos e o Museu da Mineralogia, com pedras preciosas, mostrando a riqueza do Ceará e do Nordeste.  
Endereço: Centro de Turismo - ENCETUR
Rua Senador Pompeu, 350, Centro.


MUSEU CEARENSE DA COMUNICAÇÃO
  
Gramofone Victor V USA, 1903
O Museu surgiu em 1958. Hoje é popularmente conhecido como o Arquivo Nirez.
Possui acervos valiosos, disco de vinil, fotografias e revistas do século passado. Numerosos equipamentos de imagens de som, gramofones, rádios, vitrolas e máquinas fotográficas.
Endereço:Rua Professor João Bosco, 600, Rodolfo Teófilo.


                                             MUSEU  OBOÉ  DE  ARTE  CEARENSE
   O Centro Cultural Oboé criou, em caráter permanente, o Museu de Arte Cearense, cujo acervo mostra mais de 100 anos das artes plásticas do Ceará, em consonância com o Dicionário das Artes Plásticas do Ceará, editado pelo Instituto Cultural Oboé.
O Centro Cultural Oboé está localizado na Rua Maria Tomásia, 531 - Aldeota.


                                           MUSEU DO PARTO
O Museu do Parto, foi inaugurado em 18 de outubro de 2002. Nas dependências  da Maternidade Escola Assis Chateaubriand (MEAC), hospital da Universidade Federal do Ceará (UFC). Foi criado em homenagem ao falecido professor José Galba Araújo que tanto lutou pela melhoria da qualidade da assistência obstétrica.
O Museu contém curiosas e interessantes peças de elevado valor antropológico que ilustram o modo como eral realizados os portos em diferentes regiões do interior do Ceará.
Endereço: Hall da Maternidade Assis Chateaubriand Rua Coronel Nunes de Melo, s/n – Rodolfo Teófilo
Campus do Porangabuçu.



MUSEU DA ESCOLA NORMAL JUSTINIANO DE SERPA
Colégio Estadual Justiniano de Serpa
A antiga Escola Normal teve o nome mudado para Instituto de Educação Justiniano de Serpa. Mantém um museu cujo acervo se refere a uma coleção arqueológica que foi objeto de tombamento pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).
Endereço: Avenida Santos Dumont, 56 - Centro.


                                        MUSEU GENERAL SAMPAIO
 Possui um acervo bastante rico, onde se encontram documentos, quadros,fotografias, condecorações,armas e outros. Está localizado na sede do Comando da 10ª Região Militar - Região Martins Soares Moreno.
Endereço: Rua Alberto Nepomuceno s/n. Centro.


MUSEU SIARÁ EM MINIATURA

O espaço reúne miniaturas de prédios históricos antigos de Aquiraz, Redenção, Quixadá e Fortaleza, valorizando e mostrando a cultura cearense de uma forma inovadora.
Localiza-se na Rua José Avelino, 250 - Praia de Iracema.


                                  MUSEU NATURAL DO MANGUE
No local, os visitantes podem apreciar fósseis, animais taxidermizados, sementes do mangue, além de terem acesso a uma pequena biblioteca. Outro grande atrativo é a área de manguezal onde é possível percorrer trilha.
Endereço: Rua Professor Valdevino, 58 - (após a ponte do Caça-e-pesca, 
dobre à esquerda e siga na mesma rua até lá).


 MUSEU DO HUMOR CEARENSE

Anexo ao teatro Chico Anísio, na Avenida da Universidade, 2175 - Benfica.


MEMORIAL DA CULTURA CEARENSE
O  Memorial da Cultura Cearense, espaço do Centro Cultural Dragão do Mar. É um museu de natureza antropológica que realiza exposições de média e longa duração, em foco nas manifestações e valores culturais do Estado.
Endereço: Rua Dragão do Mar, 81 - Praia de Iracema.


SOBRADO DR. JOSÉ LOURENÇO
Construído na segunda metade do século XIX, o sobrado da Rua da Palma - hoje rua Major Facundo - é testemunha de uma época. Primeira edificação de três andares construída no Ceará, para cumprir as funções de residência e consultório do médico sanitarista Dr. José Lourenço de Castro e Silva (1808-1874), abrigou posteriormente oficina de marcenaria, repartição pública e bordel. Tombado pela Secretaria de Cultura do Ceará e restaurado em 2006  pelo Governo do Estado. Inaugurado em 31 de julho de 2007, o sobrado abre as portas ao público com nova identidade: novo Centro Cultural  aglutinador das artes visuais do Ceará. O espaço abriga, ainda, salas para exposição, auditório e café, consolidando-se como um local de convivência e difusão das artes visuais. 
Endereço: Rua Major Facundo, 154 - Centro.


MEMORIAL DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA
Criado em 1997, o Memorial da Assembléia Legislativa do Ceará (MALCE), foi inaugurado no mesmo ano de sua criação com o exposição O Ceará em tempo de redemocratização: os constituintes de 1947, nas dependências do Arquivo Público do Estado. Instalado em uma área de 360m2, o MALCE está devidamente inserido no contexto do século XXI, considerando-se suas instalações e recursos tecnológicos e expográficos que favorecem dentre outras coisas, a acessibilidade de pessoas com deficiência visual. O memorial oferece exposição com Audiodescrição, uma iniciativa pioneira no Ceará. Um novo marco no processo de inclusão social por meio do acesso desse público especial aos espaços museológicos.
Endereço: Av. Desembargador Morreira, 2807 - Dionisío Torres.


MEMORIAL DA SECRETARIA DA FAZENDA
O memorial contém um acervo histórico que se compõe de elementos que retratam bem os vários capítulos da trajetória da organização e que se confundem-se com a história do Ceará. Os móveis, cofres, documentos, fotografias lá contidos revelam detalhes dos 170 anos da Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará, resgatando alguns cenários do nosso passado sócio-político e econômico.
Endereço: Rua Pessoa Anta, 274 - Centro.


MEMORIAL DO PODER JUDICIÁRIO
Ernani Barreira
O seu acervo é composto de objetos e documentos que formam a história do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará . Dentre eles podemos citar: Projeto original do Código Civil Brasileiro, execução do Testamento do Padre Cícero Romão Batista e Inventário do Dr. Floro Bartolomeu de Costa; artigo do Clóvis Beviláqua , urnas em cedro do Século XIX, urnas em maceira do Tribunal do Júri de 1834; chapeleiro em estilo medieval, Bíblia Sagrada, Edição vulgata de 1865, mobília do TJCE no estilo "art nouveau" e fotos do Tribunal na Década de 1930.
Endereço: Av. José Américo, s/n - Cambeba.



MEMORIAL DA JUSTIÇA DO TRABALHO
O memorial está instalado no Edifício Sede do Tribunal, uma mansão adquirida da família Jucá em 1971. A casa é uma réplica da mansão que serviu como cenário  para o filme "E O VENTO LEVOU". Situada no centro comercial da Aldeota a mansão de estilo, predominante neoclássico, destaca-se pela exuberância da edificação. Apesar de algumas adaptações e ampliações para acomodar a Justiça do Trabalho, a linha arquitetônica foi mantida e conservada sua estrutura original.
Endereço: Av. Santos Dumont, 3384 - Aldeota .


SEARA DAS CIÊNCIAS

Um lugar para conhecer, descobrir, manipular, inferir o conhecimento científico, tecnológico e cultural.
Funciona no campus do Pici.


MUSEU BARÃO DE STUDART
Museu Histórico e Antropológico de caráter regional. Idealizado pelo presidente Manuel Eduardo Pinheiro Campos (falecido em 2007) foi concluído e inaugurado pelo presidente José  Augusto Bezerra no dia 23 de novembro de 2007.
Endereço: Rua Barão do Rio Branco, 1594 (Praça do Carmo) Centro.

   INSTITUTO HISTÓRICO E CULTURAL DA POLÍCIA MILITAR DO CEARÁ
O Instituto foi criado através do Decreto nº 23.498, de 17 de novembro de 1994, com finalidade de preservar a memoria, estimular e proceder estudos e registros sobre a Polícia Militar do Ceará, além de recuperar os fatos ligados à Corporação, incentivar e realizar pesquisas relativas às atividades da entidade, contribuindo com a preservação de sua história.
Endereço: Quartel do Complexo Administrativo Operacional da PMCE - Rua Antônio Pompeu, 555 - Praça José Bonifácio -  Bairro: José Bonifácio.

GALERIA ANTÔNIO BANDEIRA
A galeria é um espaço de difusão cultural tem 40 anos de história. Foi aberta ao público na década de 1960. 
A Galeria Antônio Bandeira conta com uma sala expositiva para exposições  de curta duração e uma sala que abriga a exposição de longa duração que expõe o acervo do Memorial Sinhá da Amora. 
Endereço: Centro de Referência do Professor - RUA Conde D'Eu, 560 - Centro. Telefone: 3105-1403.


CASA DE CULTURA CRISTIANO CÂMARA
Perto da Catedral Metropolitana, fica a casa do pesquisador e musicólogo Chistiano Câmara. Em 1952, ele iniciou uma coleção particular somando mais de 20.000 discos de cera de vinil, 800 quadros, 06 estantes de livros e 4.000 fitas VHS. Ao longo do tempo Chistiano foi abrindo espaço de sua própria residência, tanto que passou a morar literalmente dentro de um museu. O improvisado memorial foi registrado juridicamente como academia cultural sem fins lucrativos, ganhando o nome de Associação dos Amigos da Casa de Cultura Chistiano Câmara. Além de prestar um serviço à memoria do país, organizando seu importante acervo histórico, Chistiano transmite conhecimentos musicais através de conversas, artigos e palestras, inclusive para estudantes que frequentemente o visitam. 

Endereço: Rua Baturité,162 - Centro.


CENTRO  CULTURAL DO TRANSPORTE DO CEARÁ
TRANSP2Através do Centro Cultural do Transporte, a Federação dos Transportes - Cepimar - desenvolve ações de formação de acervo, pesquisas, publicações, exposições e encontros que preservam e divulgam o patrimônio histórico e a cultura dos transportes do Ceará, Piauí e Maranhão.
Endereço: Rua D. Leopoldina, 1050 - Centro.


MUSEU DA ESCRITA
Foto: Panoramio - Paulo Avelino

O Museu da Escrita, em homenagem a professora sobralense Maria Isaurita Gomes Morais, genitora do idealizador do projeto, localizado à Rua Dr. Walder Studart, 56, Bairro Dionísio Torres, tendo iniciado suas atividades em Novembro de 2012.
Veja no site o que encontrar no Museu da Escrita.
http://www.museudaescrita.com.br/


MUSEU DA INDÚSTRIA 
Inaugurado no dia 10/09/2014. São mais de dois mil metros quadrados de área disponível e dedicada à valorização da história fabril do Ceará.
O visitante que for ao museu da indústria poderá ver uma exposição com objetos, vídeos e textos que mostram desde o início produção industrial até os dias atuais.
Com visitação pública e gratuita na Rua Dr. João Moreira, 143, no Centro. O espaço fica aberto de terça a sábado, das 09 às 19h e, é uma iniciativa da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), por meio do Serviço Social da Indústria (Sesi).
Atualizado em 28 de setembro de 2014

Faça um tour pelos museus da cidade, vale a pena!