sábado, 30 de junho de 2012

Cidade do Ceará

Groaíras
A pequena cidade de Groaíras tem seu nome proveniente da palavra tupi, que significa "mel de que os pássaros gostam". Criado em 23 de maio de 1957, o município tem Nossa Senhora do Rosário como padroeiro.

Gentílico - groairense

Localização
Localização de Groaíras

Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

Fonte: Revista VALORES DO CEARA, uma publicação do Grupo de Comunicação O POVO. Av. Aguanambi, 282 - Joaquim Távora. CEP:60055-402. Fortaleza-CE. www.opovo.com.br

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Cidade do Ceará

Granja
Granja foi criada em 27 de junho de 1776 e tem seu nome proveniente de uma povoação ao norte de Porto, Portugal.

Gentílico - granjense

Localização
Localização de Granja

Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Cidade do Ceará

Cariré
Em 1º de de novembro de 1893, a rede Viação Cearense inaugurou uma nova estação na Estrada de Ferro de Sobral, chamada Cariré. Naquele arraial, às margens do trilho desenvolveu-se o povoado que, futuramente, viria a ser o próprio município de Cariré, crido em 1929.

Gentílico - carireense


Localização
Localização de Cariré

Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Cidade do Ceará

Carnaubal
Banhado pelo um clima ameno e repleto de belezas naturais - entre as quais se destacam a Cachoeira dos Espanhóis, o Balneário Municipal e o Mirante de Santo Antônio - o município de Carnaubal, a 338,2 quilômetros de Fortaleza, na fronteira com o estado do Piauí, ganhou seu nome graças a uma densa plantação de carnaúbas que havia no sítio que deu origem ao aldeamento. Sua elevação à categoria de município ocorreu em 1957.

Gentílico - carnaubalense

Localização
Localização de Carnaubal


Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

Fonte: Revista VALORES DO CEARA, uma publicação do Grupo de Comunicação O POVO. Av. Aguanambi, 282 - Joaquim Távora. CEP:60055-402. Fortaleza-CE. www.opovo.com.br

terça-feira, 26 de junho de 2012

Cidade do Ceará

Graça
A Praça da Igreja Matriz de Graça é um dos principais pontos turísticos da cidade. Criada em 15 de abril de 1987, a cidade tem ainda como pontos de visitação A Lagoa Torta, o Açude Caiçara, o Açude Corredor e a Lagoa da Pirituba.
Segundo informação oral, o município de Graça teria recebido seu nome por causa de Manoel da Graça, senhor que teria construído a capela da cidade. Outros contam ainda que a denominação de Graça se deve ao nome de sua padroeira, Nossa Senhora das Graças.

Gentílico - gracense

Localização
Localização de Graça

Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

Fonte: Revista VALORES DO CEARA, uma publicação do Grupo de Comunicação O POVO. Av. Aguanambi, 282 - Joaquim Távora. CEP:60055-402. Fortaleza-CE. www.opovo.com.br

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Cidade do Ceará

Forquilha
Situada na porção noroeste do Ceará, Forquilha foi criada em 5 de fevereiro de 1985, tem sua denominação proveniente da conjunção do rio Madeira e do riacho Oficina, em forma de forquilha atualmente, a cidade tem como um de seus maiores patrimônios o Açude Público de Forquilha, de propriedade do Dnocs, cuja construção deu origem ao município.

Gentílico - forquilhense

Localização
Localização de Forquilha


Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização dacidade.

Fonte: Revista VALORES DO CEARA, uma publicação do Grupo de Comunicação O POVO. Av. Aguanambi, 282 - Joaquim Távora. CEP:60055-402. Fortaleza-CE. www.opovo.com.br

domingo, 24 de junho de 2012

Cidade do Ceará


Cruz
Região de mais um dos belos litorais cearenses, primitivamente a cidade se chamava São Francisco da Cruz.  A vegetação da cidade se caracteriza pelo complexo vegetacional da zona litorânea, floresta mista dicotillo palmácea e floresta perenifólia paludosa marítima.

Gentílico - cruzense

Localização
Localização de Cruz

Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

Fonte: Revista VALORES DO CEARA, uma publicação do Grupo de Comunicação O POVO. Av. Aguanambi, 282 - Joaquim Távora. CEP:60055-402. Fortaleza-CE. www.opovo.com.br

sábado, 23 de junho de 2012

Viçosa do Ceará

De aldeia a vila; de vila a cidade
Em várias cidades serranas do Ceará encontramos marcas do tempo em que o território foi ocupado pelos colonizadores portugueses. Nessa história, os missionários jesuítas tiveram um papel muito importante.
Igreja Matriz de Nossa Senhora da Assunção, em Viçosa do Ceará, na serra da Ibiapaba, 2006.
O lugar onde hoje está a Igreja de Nossa Senhora da Assunção, na cidade de Viçosa do Ceará, já foi parte do território do povo Tabajara. Essa grande nação indígena habitava a região no século XVI, quando ali chegaram os primeiros europeus.
Franceses vindos do Maranhão frequentaram aquelas terras e fizeram contato com os indígenas de 1590 a 1604, quando foram definitivamente expulsos pelos portugueses.
Quase cem anos depois, por volta de 1700, ali se formou a Aldeia de Ibiapaba, comandada por missionários jesuítas. Por volta de 1758, o lugar passou a se chamar Vila Viçosa Real da América.
Em 1759, o governo de Portugal expulsou os jesuítas de todos os seus domínios. Os povoados que antes eram controlados pelos povos jesuítas se tornaram vilas, administradas por pessoas da confiança do rei de Portugal.
Em 1882, a Vila Viçosa Real da América foi elevada à condição de cidade, com o nome de Viçosa. Em 1949, o nome do município foi mudado para Viçosa do Ceará, pois já existia no estado de Minas Gerais uma outra cidade chamada Viçosa. 

Cidade do Ceará

Croatá
Criado em 28 de abril de 1988, o município de Croatá tem como padroeira Nossa Senhora das Dores. Com vegetação carrasco e floresta subperenifólia tropical plúvionebular, o município recebeu esse nome  como referência à denominação de plantas silvestres da família das bromélias. O clima é tropical semiárido brando com chuvas de janeiro a maio.

Gentílico - croataense

Localização
Localização de Croatá

Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização das cidades.

Fonte: Revista VALORES DO CEARA, uma publicação do Grupo de Comunicação O POVO. Av. Aguanambi, 282 - Joaquim Távora. CEP:60055-402. Fortaleza-CE. www.opovo.com.br

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Cidade do Ceará

Chaval
Não se sabe ao certo de onde veio o nome. Uns dizem que a palavra correta seria "chavascal", outros que a palavra seria um derivado de chave, ou até mesmo adaptação da palavra chavala, fazenda em francês. O que se sabe ao certo é que a região fora ocupada por uma tribo de índios Tremembés e que, séculos depois, em 1873, o padre Antônio Carneiro da Cunha Araújo, seu principal fundador chegou ao local.

Gentílico - chavalense

Localização 
Localização de Chaval


Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

Fonte: Revista VALORES DO CEARA, uma publicação do Grupo de Comunicação O POVO. Av. Aguanambi, 282 - Joaquim Távora. CEP:60055-402. Fortaleza-CE. www.opovo.com.br
“Afirme que você é um filho de Deus e prenda-se ao que disse Jesus: “Eu e meu Pai somos um.”


Paramahansa Yogananda, No Santuário da Alma.


Foto: "Afirme a calma e a paz divinas, e irradie somente pensamentos de amor e boa vontade, se você quer viver em paz e harmonia. 
Viva uma vida de plenitude divina, de modo que todo aquele que cruzar o seu caminho seja ajudado só pelo fato de estar perto de você."

Paramahansa Yogananda

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Cidade do Ceará

Pentecoste
Fundada em 23 de agosto de 1873, está a 45m de altitude, 89Km de Fortaleza. Chamou-se primitivamente Conceição da Barra. Suas origens  remontam ao século XIX, quando Bernardino Gomes Bezerra, fazendeiro em Canindé e residente na região praieira do Acaraú, construiu nas proximidades da fazenda Barrinha, pertencente a Francisco Ferreira Azevedo, uma casa onde fixaria morada (1860). Surgiram em consequência outros moradores, edificando novas residencias e contribuindo para a formação do arraial.
Sua elevação à categoria de município ocorreu em 20 de dezembro de 1938.

Gentílico - pentecostense

Localização
Localização de Pentecoste


Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

FONTE: Sites das prefeitura da cidade

Como surgiram os museus?

Uma casa para colecionadores de tesouros

No século 17, alguns colecionadores tinham seus gabinetes de curiosidades. Considerados bisavós dos nossos museus modernos, esses espaços continham tudo aquilo que o colecionador coletava ao longo da vida, exibindo um pouco da enorme diversidade do mundo. Podia ter de tudo: fósseis, insetos, livros antigos, animais empalhados, quadros e muito mais. Hoje, a gente gosta de mostrar nossas coleções para todo mundo, mas antigamente os tais gabinetes eram abertos só para amigos dos colecionadores, cientistas e pesquisadores. Então, imagina: aquela incrível coleção de borboletas ficava lá, guardadinha, sem nenhuma visita de turmas de escola para alegrar o dia. Até que algumas pessoas perceberam que as coleções mereciam um lugar especial, e assim elas ganharam espaço nos primeiros museus do mundo - como o Museu Britânico e o Museu de História Natural, em Londres.
Um dos maiores colecionadores dessa época foi Sir Hans Sloane. Esse médico irlandês cuidava de governantes de colônias inglesas no Caribe e para isso viajava muito. Essa foi sua grande sorte; aproveitava as viagens para realizar sua maior paixão, que era coletar o que julgava curioso pelo mundo.
Como Sloane era muito rico, começou a comprar objetos raros e valiosos para aumentar sua coleção em Londres. Sua fama de colecionador atraiu marujos, que batiam em sua porta para vender coisas exóticas que traziam de viagens. Pessoas doentes também o procuravam e ofereciam animais, ossos, plantas e até barcos para pagar por seus serviços médicos. Uma espiadinha nos armários de sua casa revelaria animais, frutos, minerais, moedas, antiguidades...  A coleção ficou tão grande que ele teve que se mudar para uma casa maior nos arredores de Londres e contratou ajudantes para escrever a história de cada um de seus objetos!
Logo começou a receber visitantes da Europa toda. Quando Sloane morreu, em 1753, sua coleção foi doada à Sociedade Real de Londres, que juntou seu tesouro a outras coleções e inaugurou o Museu Britânico para abrigá-las.

Museu Britânico: boa parte da coleção de Sloane veio compor o seu acervo, mas as borboletas...
Os primeiros museus, portanto, eram filhos crescidos daqueles gabinetes de curiosidades. Mas eram abertos apenas para "homens de saber", ou seja, apenas cientistas podiam visitar as coleções. A regra valeu para outros museus abertos na época, como o de Belvedere, em Viena, de 1783, e o Museu de História Natural de Paris, aberto em 1793.

Museu de História Natural de Londres: é aqui que está a coleção de borboletas de Sloane.
Foi só com a Revolução Francesa, no fim do século 18, que os museus se tornaram espaços abertos ao público. O primeiro com esse propósito foi o Louvre, aberto em Paris em 1793.
Musee du Louvre/Pyramide Napoleon ...
Louvre: o primeiro museu com o propósito de ser aberto ao público.
Os primeiros museus científicos foram os de história natural, que reuniam animais e minerais e permitiam fazer viagens no tempo e no espaço para conhecer bichos extintos, ou ecossistemas exóticos.
No século 19, com o desenvolvimento da indústria e da tecnologia, surgiram os primeiros museus voltados para a tecnologia industrial. Seu objetivo era mostrar para o público todas as maravilhas cientificas e tecnológicas que estacam sendo descobertas. Às vezes, era permitido puxar alguns botões e alavancas, mas geralmente não se podia encostar nas novas invenções. Depois de muitos anos, surgiram os museus interativos, onde os visitantes finalmente podiam participar, tocar, fuçar, descobrir. No americano Exploratorium, aberto em 1969 em São Francisco, por exemplo, o lema era "mãos à ciência", brincando com a famosa frase "mãos à obra".
O objetivo não era mais mostrar a ciência através de uma vitrine e sim, tirar a vitrine para que visitantes colocassem as mãos na massa.
Depois de terem surgido na Europa e nos Estados Unidos, não demorou até que os primeiros museus de história natural chegassem ao Brasil. Ainda no século 19, foram abertos o Museu Nacional (1808), o Museu Paraense Emílio Goeldi (1866) e o Museu Paulista (1894).
O primeiro foi criado no ano em que a família real de Portugal chegou ao Rio de Janeiro, para estimular  o estudo das plantas (Botânica) e a dos animais (Zoologia) - mas, na verdade, tinha um pouco de tudo, incluindo arte, antiguidades minerais e peças indígenas.

Museu Paulista: um dos primeiros museu brasileiros de história natural.
Ao longo do século 20, outros museus de ciências se espalharam pelo Brasil. Hoje, muitos adotaram a filosofia do "mãos à ciência".

MAST, no Rio de Janeiro: adepto do "mãos à ciência".

Além disso , outros ensinamentos fascinantes de ciência chegam a nós em exposições temporárias e itinerantes, que viajam o país para alcançar mais crianças, jovens e adultos. Conhecer um fóssil de dinossauro, fazer experimentos com microscópios entender alguns dos princípios da física e observar astros são apenas algumas das aventuras possíveis nos diversos museus de ciências do país.
Fonte: Revista Ciência Hoje

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Cidade do Ceará

Pindoretama
A palavra Pindoretama tem origem Tupi e significa "Região das palmeiras", de pindoba (paleira da palmeira) e retama (região).
Pindoretama surgiu a margem de uma estrada.
 O governo de D. Pedro II decidiu fazer uma ligação telefônica entre Aracati e Fortaleza, então foi necessário fazer uma estrada para passar a linha telegrafa, isto é, os postes com fiação. No dia 17 de fevereiro de 1878, foi inaugurada a linha telegrafa. A estrada que foi construída passou a chamar-se estrada nova, estrada telegrafa ou estrada do fio. Concluída a estrada, algumas pessoas vieram construir suas casas, à margem dela. Assim, depois de 10 anos, Pindoretama já era um povoado.
A elevação do povoada à categoria de Vila data de 08 de novembro de 1894, com nome de Baixinha. Sua elevação à categoria de município decorre de 20 de maio de 1963 a ser suprimido antes de ser instalado em 14 de dezembro de 1965. Restaurado em 28 de dezembro de 1987.

Gentílico - pindoretamense

Localização
Localização de Pindoretama

Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

FONTE: Site da prefeitura das cidade.

terça-feira, 19 de junho de 2012

Cidade do Ceará

Redenção
A atual cidade de Redenção, era conhecida como Acarape. Teve como seus primeiros habitantes, os índios tapuias, que vieram de Jaguaribe para habitar as margens do rio Pacoti, que corta a região, onde se formou uma pequena comunidade que vivia da pesca e agricultura.
 Depois começaram a chegar alguns negros africanos que desembarcaram no Mucuripe e se espalharam por muitos municípios do Ceará. Foi o primeiro núcleo de povoação para o surgimento do município.
O povoamento foi elevado à categoria de vila, em 28 de dezembro de 1868.
O atual nome Redenção, oficializado em 1889, faz referencia ao fato da cidade ter entrado para a história como a primeira no Brasil a libertado seus escravos. Isso ocorreu por declaração, em 1º de janeiro de 1883.

Gentílico - redencionista

Localização
Localização de Redenção

Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização das cidades.

FONTE: Site da prefeitura da cidade.
“Deus o compreende quando ninguém mais o compreende. Ele é o Amante que sempre lhe quer bem, não importa quais sejam os erros. Os outros lhe dão afeição por algum tempo e então o abandonam, mas Ele não o abandona jamais.”


Paramahansa Yogananda, Assim Falava Paramahansa Yogananda.

Foto: – É bonito pensar que Deus ama igualmente a todos nós – disse um visitante –, mas parece injusto que Ele se importe tanto com um pecador quanto com um santo.

– Acaso um diamante perde o valor porque está coberto de lama? – replicou o Mestre. – Deus vê a beleza imutável de nossas almas. Ele sabe que não somos nossos erros.

Paramahansa Yogananda, Assim Falava Paramahansa Yogananda 
http://goo.gl/j26Sm

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Cidade do Ceará

São Gonçalo do Amarante
A cidade é sede do Terminal Portuário do Pecém, um dos maiores portos do Brasil.
São Gonçalo do Amarante guarda, em sua origem, a marca do encontro dos indígenas com a civilização branca. Entre os anos de 1943 e 1951, a receber a denominação de Anacetaba, em homenagem aos índios Anacés, antigos residentes na região. Recebeu a denominação atual em 22 de novembro de 1951.
Seu topônimo é uma homenagem ao Santo Padroeiro, São Gonçalo.

Gentílico - gonçalense ou amarantino

Localização
Localização de São Gonçalo do Amarante

Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

FONTE: Site da prefeitura da cidade.

domingo, 17 de junho de 2012

Cidade do Ceará

São Luís do Curu
Foi no lugar denominado Barração à margem direita do Rio Curu, que começou o povoado. Local que durante muito tempo foi área de fazenda para a criação de gado e plantação de algodão, desenvolveu-se como centro urbano com a construção da Estrada de Ferro de Itapipoca, a partir de 1920. Em 1920 por iniciativa particular foi inaugurada a capela de São Luís Gonzaga, que depois de um longo processo de construção (1914 - 1952), foi transformada numa igreja-matriz. Em 1951 eleva-se a município, com a denominação de São Luís do Curu - designativo adquirido do padroeiro da cidade - São Luís Gonzaga.

Gentílico - curuense 

Localização
Localização de São Luís do Curu

Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

FONTE: Site da prefeitura da cidade.

sábado, 16 de junho de 2012

Cidade do Ceará

Tejuçuoca
Localizada na região norte do Estado, a 154Km de Fortaleza, a cidade de Tejuçuoca é uma das mais jovens, tendo sido elevada a categoria de município em 1987. Seu nome em tupi- guarani, significa "morada dos grandes lagartos", mas hoje em dia, ela é popularmente conhecida como a cidade do bode. Essa fama é justificada pela enorme criação de ovinos e caprinos que se desenvolve no local.
A origem de Tejuçuoca deu-se a partir da fixação dos primeiros habitantes nas proximidades do Riacho do Paulo, afluente do Rio Curu e formaram um Arraial. A vinda destes primeiros habitantes teve inicio por volta do começo do século XIX.

Gentílico - tejuçuoquense

Localização
Localização de Tejuçuoca

Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

FONTE: Site da prefeitura da cidade.

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Cidade do Ceará

Trairi
Trairi nasceu como aldeia em 1608, com a chegada dos Pitiguaras às margens do rio Trairi.
No final do século XVII, começaram a chegar portugueses que es estabeleceram, constituindo famílias. A ocupação se intensifica na região em meados do século XVIII, quando os colonos Nicolau Tolentino, Marinheiro Cunha, Manuel Barbosa, Xavier de Sousa, João Verônica e Antônio Barros de Sousa se estabeleceram fazendas no local.
Tem sua elevação à categoria de município definitivamente em 22 de novembro de 1951 e instalado em 25 de março de 1955. Seu topônimo tem como significado, Rio das Traíras.

Gentílico - trairiense

Localização
Localização de Trairí


Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

FONTE: Site da prefeitura da cidade.

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Cidade do Ceará

Madalena
A cidade está situada á margem esquerda do Riacho Barrigas, um dos formadores do Rio Quixeramobim e que toma o nome de Madalena ao passar pela cidade. A cidade foi originada de uma doação feita pelo Senhor Antonio Costa Vieira, que veio de Mombaça trazido pelo Major João Bernado no ano de 1840. Anos depois as terras foram herdadas pelo Senhor Augusto Vieira ode edificou a primeira casa, construiu a primeira escola e fez doação para construção da primeira igreja que tem como padroeira, Nossa Senhora da Imaculada Conceição.
Para deixar de ser Distrito de Quixeramobim, um grupo de jovens considerados revolucionários O Grupo Consciência e Luta, tiveram a ideia de juntos  encabeçarem a busca pela emancipação de cidade.
    Em 1986, através de um plebiscito, foi lhe outorgada a categoria de cidade, passando ser a cidade de Madalena. A emancipação foi aprovada e instalada  em 1989.

Gentílico - madalense

Localização
Localização de Madalena

Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

FONTE: Site da prefeitura da cidade.

Cidade do Ceará

Várzea Alegre
São poucos os dados alusivos aos primórdios da colonização de Várzea Alegre. Sabe-se, entretanto, que os pioneiros exploradores da região, em suas caminhadas rumo ao Cariri, onde o Crato era ponto de convergência  deitaram os olhos sobre aquele vale, apelidara-o logo, e para sempre, de Várzea Alegre. Ressalta-se que Várzea Alegre é um dos poucos municípios do Ceara que nunca mudou de nome.
A elevação do povoado á categoria de município ocorreu em 20 de dezembro de 1938. Recebeu essa denominação por estar situado no meio de uma várzea.

Gentílico - varzealegrense

Localização
Localização de Várzea Alegre

Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

FONTE: Site da prefeitura da cidade.

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Cidade do Ceará

Novo Oriente
Suas origens, tidas como recentes, fundamenta-se no pioneirismo do Capitão Rodrigo Alves da Silva, edificador de sua própria casa de fazenda, situando-se esta nas proximidades da Lagoa do Tigre. Dessa fazenda e de posteriores agregamentos, gerou-se o arraial cuja denominação se manteve como Lagoa do Tigre.
Elevado à categoria de município com a denominação de Novo Oriente, pela lei estadual nº 3855, de 10 de outubro de 1957.
 O nome Novo Oriente surgiu do primeiro sacerdote da localidade, padre Afonso de Gouveia, vigário de Independência  que veio celebrar a primeira missa, o mesmo, achando a situação geográfica com muitos montes, lembrou-se do Oriente e teve a ideia de atribuir a esta região, o poético nome Novo Oriente.

Gentílico - novorientense

Localização
Localização de Novo Oriente

Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

FONTE: Site da prefeitura da cidade.

terça-feira, 12 de junho de 2012

Cidade do Ceará

Caririaçu
Situada sobre a plataforma da serra, São Pedro do Crato, São Pedro do Cariri, São Pedro e, finalmente Caririaçu tem sua provável origem vinda “de Cariri ou Kiriri”, podendo ter sido os primeiros habitantes da serra José Joaquim de Santana ou Miguel Cavalcante Campos, conforme  depoimento do historiador Irineu Pinheiro.
As terras eram habitadas pelos índios Kariri, Guari, antes da chegada das entradas no interior brasileiro durante o século XVII. Os imigrantes das entradas, militares e religiosos, mantiveram os primeiros contatos com os nativos, estudaram todas as regiões dos Cariai, catequizaram os indígenas e os agruparam em aldeamento ou missões.  Os resultados destes contatos e descobrimentos desencadearam notícias que na região tinha ouro em abundância e em seguida desencadeou-se uma corrida para os sertões brasileiros, onde famílias oriundas de Portugal, sonhando com as riquezas de terras inexploradas e com a esperança de encontrar o minério, que as levariam a aumentar o seu patrimônio material, além de aumentar o seu prestigio na corte portuguesa.
A busca do metal precioso, nas ribanceiras do Rio Salgado, trouxe para a região do Sertão do Cariri, a colonização e com consequência a doação de sesmarias, o que permitiu o surgimento de lugarejos e vilas. Ao redor da capela de: São Francisco e São Pedro, criadas a partir do século XIX, surgiu o núcleo urbano Caririaçu.
Em 1876, foi criado o município, que teve na povoação de São Pedro, então logo elevada a vila. Logo pós, foi elevada a categoria de cidade no dia 20 de dezembro de 1938.
CARIRIAÇU – Palavra indígena composta de Cariri ou  Kiriri (calado, taciturno) e Assú ou Açú ou Guassú (sufixo aumentativo).

Gentílico - caririaçuense 

Localização
Localização de Caririaçu

Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

FONTE: Site da prefeitura da cidade.

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Cidade do Ceará

Potengi
O município fica na região metropolitana do sul do Ceará, região conhecida como Cariri. A localidade foi desmembrada do município de Araripe, chamando-se primitivamente Xique-Xique. Depois, com a divisão territorial datada de 01 de julho do ano de 1955, o distrito, já denominado Ibitiara.
Suas origens remontam co século XIX, quando, dentre outros agricultores, aí se estabeleceu Manuel Monteiro, fundador do reduto.
A Vila Xique-Xique foi elevada á categoria de município com denominação de Potengi, em 04 de setembro de 1957.
Seu topônimo significa Riacho dos Camarões.

Gentílico - potenjiense

Localização
Localização de Potengi


Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

FONTE: Site da prefeitura da cidade.

Festa Junina

As festas juninas vieram para o Brasil na época da colonização, trazidas pelos portugueses. São de origem francesa, por isso nas danças aparecem várias palavras nessa língua.
Nos arraiais juninos podemos encontrar vários elementos da cultura popular, que traduzem a crendice da população de cada região. Cada um desses símbolos tem um significado para a festa.

A quadrilha
A quadrilha surgiu nos salões da corte francesa, recebendo o nome de “quadrille”, mas é de origem inglesa, uma dança de camponeses chamada “campesine”. Na época da colonização do Brasil, os portugueses trouxeram essa dança, bem como seus principais elementos: os vestidos lindos e rodados (que representavam as riquezas da corte), os passos puxados na língua francesa (anarriê, avancê, tour, etc.) e os agradecimentos aos santos pelas boas safras nas plantações.

 O casamento 
O casamento caipira faz uma sátira aos casamentos tradicionais. A noiva está grávida e o pai da mesma obriga o rapaz a se casar. A apresentação do casamento na roça é muito engraçada, pois o noivo aparece bêbado, tentando fugir do altar por várias vezes, sendo capturado pelo pai da noiva que lhe aponta uma espingarda. Este conta com o apoio do delegado da cidade e do padre para que o casamento seja realizado. Após a cerimônia, os noivos puxam a quadrilha.

fogueira
A fogueira  simboliza a proteção dos maus espíritos, que atrapalhavam a prosperidade das plantações. A festa realizada em volta da fogueira é para agradecer pelas fartas colheitas. Além disso, como a festa é realizada num mês frio, serve para aquecer e unir as pessoas em seu redor. 
cada santo tem uma fogueira, sendo a quadrada de santo Antonio, a redonda de São João e a triangular de São Pedro.

Os balões
Os balões juninos indicam o início da festa, mas foram criados para reverenciar os santos da festa, agradecendo pela realização dos pedidos, normalmente relacionados ao namoro e ao casamento, onde as pessoas encontram seus pares românticos.
 Os balões, constituem, atualmente uma prática proibida por lei devido ao risco de incêndio!!! Podem ocasionar vários incêndios, tirar vidas, cair em locais perigosos e destruir a natureza.

O mastro de São João
O levantamento do mastro de São João se dá ao anoitecer da véspera do dia 24. O mastro sustenta uma bandeira que pode ter dois formatos, um triângulo com a imagem dos três santos; Santo Antônio, São João e São Pedro ou em forma de caixa, com apenas a figura de São João com o carneirinho. Seu hasteamento é acompanhado pelos devotos, padre que realiza as orações e benze o mastro.  

Os fogos
Os fogos se originaram na China, também como forma de agradecer aos deuses pelas boas colheitas. São elementos de proteção, pois espantam os maus espíritos, além de servir para acordar São João com o barulho.

O pau de sebo
442920 Brincadeiras para festa junina 1 Brincadeiras para festa junina
O pau de sebo é uma brincadeira com o objetivo de se ganhar uma quantia em dinheiro, que está afixada em seu topo. Com essa diversão a festa fica mais animada, pois as pessoas têm que subir no mastro, lambuzado de gordura. Muitas vezes, os participantes vão subindo nos ombros uns dos outros, até conseguirem pegar o prêmio, que acaba servindo para pagar parte de suas despesas na festa.

As simpatias
As simpatias proporcionam aos convidados maior sorte no amor. Os santos juninos são conhecidos como santos casamenteiros, mas santo Antônio é o mais influente deles. Nessas práticas, a imagem do santo é castigada, até que a pessoa consiga encontrar um amor.

 As comidas
 
As comidas típicas também são símbolos juninos, como forma de agradecimento pela fartura nas colheitas, principalmente do milho, a festa se tornou farta em seus deliciosos quitutes como: curau, canjica, pamonha, bolo de milho, milho cozido, pé de moleque, paçoquinha, Mané pelado, dentre outras.

Fonte:http://www.brasilescola.com/detalhes-festa-junina/simbolos-festa-junina.htm