domingo, 22 de maio de 2016

Bairro Jóquei Clube

O bairro Jóquei Clube é um sexagenário que ainda está em fase crescimento. A região passa por um verdadeiro boom imobiliário, devido a construção de grandes empreendimentos, como hospital, shopping e edifícios residenciais.
Situação bem diferente da vivenciada na infância por Wagner Fraga, 45, diretor da escola Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. “Aqui era só areia e barro. Hoje, temos uma evolução boa, com uma infraestrutura forte. O que falta mesmo é só a rede bancária”, comenta.



No último dia 5 de outubro, o Jóquei Clube completou 63 anos de criação. O embrião do bairro foi o hipódromo Jockey Club Cearense. Aos poucos, ele foi atraindo moradores para a região.

O primeiro imóvel foi construído onde hoje localiza-se o parque “Ecopoint”. Porém, antes o local era chamado de sítio Gluck-auf e foi adquirido pelo alemão Franz Wirtzbiki, em 1932, segundo informações do site do parque.

Uma das características mais marcantes do bairro é o clima de amizade entre as pessoas. Ao cair da noite, ao invés de se trancafiarem em casa, os adultos botam a cadeira na calçada, os coopistas lotam o canteiro central da avenida Lineu Machado, um grupo bate-papo no barzinho e as crianças brincam nas ruas ou pracinhas.

O desafio, agora, é crescer sem abandonar as raízes. “Esse é um povo bairrista, moleque e, aqui, todo mundo se conhece. Com o aumento do valor imobiliário, muitas pessoas começaram a vender as casas porque não podiam mais se manter no bairro. O lado ruim, também, é que o trânsito e os assaltos devem aumentar”, avalia Ednaldo Duarte, 41, mais conhecido como Dady.

Ele faz questão de ressaltar os momentos de integração da comunidade, como a realização, há 23 anos, da festa junina nas ruas do bairro. Além disso, Dady também organiza a festa do Dia das Crianças e uma homenagem aos idosos no Natal. 

O sapateiro João Bosco, 69, é um dos maiores contadores de histórias do bairro. Morador do bairro desde 1964, ele relembra que o hipódromo Jockey Club era um local movimentado no início da década de 90. Segundo ele, o famoso palhaço Tiririca montou o primeiro circo na rua onde mora. “Isso foi na década de 80. Depois ele cresceu e hoje é deputado”, diz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário!