domingo, 2 de dezembro de 2012

Conhecendo Fortaleza - Meio ambiente

A cidade foi fundada nas dunas e nesse ambiente se desenvolveu. A despeito das agressões sofridas ao longo da história, os cenários naturais são cartões-postais de Fortaleza. Leis específicas foram aprovadas e projetos de conservação foram implantados para a recuperação e a preservação dos ecossistemas naturais.
É o caso da criação das sete unidades ambientais de conservação existentes em Fortaleza. Sob administração municipal estão o Parque Natural Municipal das Dunas de Sabiaguaba e a área de Proteção Ambiental da Sabiaguaba. O Parque se destaca como o único campo de dunas e sistemas ambientais da cidade.
As outras unidades são administradas pelo Governo Estadual, como o Parque Ecológico da Lagoa da Maraponga e o Parque Ecológico do Cocó, que abrange 1.155,2 hectares. Fortaleza tem duas áreas de Proteção Ambiental (APA): do Estuário do Rio Ceará e do Rio Pacoti. O Parque Estadual Marinho da Pedra da Risca do Meio é a primeira e única unidade de conservação marinha do Ceará e está localizado a aproximadamente 18,5Km do Porto do Mucuripe.
Fiscalização e combate à poluição sonora e visual estão a cargo da Secretaria do Meio Ambiente e Controle Urbano (Semam), órgão competente para emitir autorizações e licenciamentos ou autos de infração em casos de descumprimento à lei.

Fonte: Anuário de Fortaleza 2012-2013. O POVO. Agosto/2012.

3 comentários:

  1. Em breve estarei viajando para Fortaleza. Quero conhecer a cidade, principalmente o Theatro José de Alencar e o Centro Cultural Dragão do Mar.
    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  2. Humm... Muito bom saber...

    ResponderExcluir
  3. Olá meninas!
    Moro em São Paulo e amo passar férias em Fortaleza.
    Parabéns por compartilhar informações importantes dessa terra maravilhosa!
    Abraços.

    ResponderExcluir

Agradeço pelo seu comentário!