terça-feira, 14 de agosto de 2012

Cidade do Ceará

Crato
As terras as margens do rio Jaguaribe-Mirim (e seus afluentes) e da Chapada do Araripe eram habitadas por diversas etnias, dentre elas, os Kariri, Aquijiró, Guariú, Xocó Quipapaú e tantas outras, antes da chegada das entradas e/ou missões religiosas dos portugueses, italianos, baianos, paraibanos e sergipanos.
A cidade do Crato, inicialmente chamada de Missão do Miranda, resultou de um movimento missionário dos Freis Capuchinhos de Recife, cujo objetivo era catequizar e civilizar os povos indígenas. Frei Carlos Maria, de Ferrara frade franciscano, italiano da ordem dos capuchinhos foi enviado para a missão a fim de trabalhar com os índios. Cumpriu sua tarefa no período de 1730 s 1750.
A igreja católica  foi peça fundamental nos primórdios de criação e desenvolvimento da cidade, acelera com a chegada de imigrantes da "civilização de couro", vindos da Bahia, Sergipe e Pernambuco.
O topônimo Crato vem do latim curatus, que significa padre ou designação de lugaras com condições de tornar-se paróquia, podendo ser a alusão de: a vila portuguesa de Crato, no Distrito de Portalegre, região Alentejo e sub-região do Alto Alentejo; Curato de São Fidélis de Sigiarina, que corrompeu-se depois para Crato de São Fidélis, Cutatu, Crato.
Elevado à condição de cidade com demonização de Crato em 17 de outubro de 1853.

Gentílico - cratense~

Localização 
Localização do Crato

Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

FONTE: Site da prefeitura da cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário!