segunda-feira, 19 de junho de 2017

O Pai Celestial pode ser conhecido como amor cósmico; como luz e bem-aventurança cósmica. Também é beleza infinita. Quando olhamos para uma rosa, não devemos analisá-la exageradamente, e sim nos concentrar em sua beleza. Se nosso pensamento está concentrado nas características químicas e botânicas da rosa, perdemos de vista sua maravilha. Em vez disso, devemos mergulhar o espírito no sentimento profundo e puro que nos comove internamente quando observamos as glórias da criação divina. Este é o caminho para conhecer Deus como beleza. E Deus é poesia. Esta é outra expressão da beleza divina. Ele é o Poema Infinito e a Alegria que sentimos quando ouvimos poemas inspiradores. A própria Poesia é “um objeto de beleza e uma alegria para sempre”. Se amamos a Deus, amamos a Poesia.

Paramahansa Yogananda, 
O Romance com Deus



Um comentário:

  1. Por aqui, parece que Deus se zangou connosco. O País está em chamas. A morte saiu à rua.
    Abraço

    ResponderExcluir

Agradeço pelo seu comentário!