sexta-feira, 31 de março de 2017

O mito da Medusa


Medusa era uma belíssima sacerdotisa do templo de Atena, que, entretanto, violou seu pacto de castidade e uniu-se a Poseidon dentro do templo de Atenas. A deusa Atena puniu-a, banindo-a para uma ilha, transformando-a na Górgona, a criatura mítica que conhecemos, com serpentes no lugar dos cabelos, presas de bronze e asas de ouro, cujo olhar transforma em pedra todos aqueles que ousassem encará-la.
Haviam outras duas górgonas, mas apenas Medusa era mortal. Ela só pode ser vencida por Perseu, que, com a ajuda de Atenas, lhe disse como vencê-la. Quando a Medusa foi atacar-lhe, ele mostrou a ela seu escudo, que refletiu a imagem dela. Ao ver sua própria imagem refletida, Medusa transformou-se em pedra. 
Medusa representa as formas mentais negativas, com seus cabelos em forma de serpentes, que paralisam o ser humano, e o impedem de evoluir. Apenas com o auxílio da sabedoria, representada por Atena, o ser humano (Perseu) pode combater a Medusa e vencê-la.




Fonte: site da  Nova Acrópole

2 comentários:

  1. Pois é... acho que precisamos aprender a vencer as medusas que aparecem na nossa frente...

    ResponderExcluir
  2. Gostei de recordar este mito, que confesso, já não lembrava muito bem...
    Mas de facto... parece que Medusa deixou descendência... tropeça-se em tanta gente assim, nos dias que correm, infelizmente...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderExcluir

Agradeço pelo seu comentário!