domingo, 20 de novembro de 2016

Procuro em vão, fugir de mim mesma
Posso evitar a mim, não há dúvida
Porém, posso evitar fugir
E enfim encontrar a minha liberdade.




2 comentários:

  1. Não adianta fugirmos; sempre nos perseguimos!

    ResponderExcluir
  2. Querida Érika! Uma rápida visita para lhe desejar um Bom Ano Novo 2017. Cheio de alegrias, paz e belas surpresas. Virei aqui na próxima semana, ler as suas "aventuras" Estou encantada por ter descoberto o seu lindo blog cheio de coisas novas lindas e inspiradoras. Um abraço :)

    ResponderExcluir

Agradeço pelo seu comentário!