quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Ideal de beleza?

"Uma mulher bonita não é aquela de quem se elogiam as pernas ou os braços, mas aquela cuja inteira aparência é de tal beleza que não deixa possibilidades para admirar as partes isoladas." (Sêneca)


Muitas buscam um padrão de beleza infinito. Cada dia surgem novidades no mundo da moda, artifícios incríveis no mundo da maquiagem e formas cada vez mais mirabolantes de rejuvenescimento. Não há nada de mais em se preocupar com a aparência, mas às vezes vira obsessão. Há mulheres belíssimas que não enxergam sua beleza no espelho e que são eternamente infelizes. O tempo passa, a beleza desaparece e o que fica são suas qualidades, sua personalidade e seu caráter. É melhor acumular bagagem cultural, é melhor armazenar nuvens de sonhos e admirar a todos com atos. ações e reações. Esses tesouros imateriais não se esvaecem ao longo das décadas.



Pensem nisso. Beijos.


3 comentários:

  1. A verdadeira beleza é irrepetível.

    A padronização torna beleza vulgar!

    :)

    ResponderExcluir
  2. Beleza mental e espiritual devem ser nossos créditos maiores em padrões de beleza!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Não poderia concordar mais, com as suas palavras, Erika!
    Adorei o post!
    Beijos!
    Ana

    ResponderExcluir

Agradeço pelo seu comentário!