quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Religião e preservação histórica


O Centro de Formação Santa Rosa do Viterbo e a sua capela promovem um acolhimento espiritual e histórico à comunidade.

Igreja Santa Rosa de Viterbo. Fortaleza, Ceará.
A cruz inclinada é um atrativo curioso que leva os fiéis à igreja. - Foto: Francisco Edson Mendonça Gomes.

Encoberta pelo movimento e agitação do Centro da cidade, uma instituição católica, dotada de uma beleza histórica, resiste à ação do tempo servindo à comunidade. O Centro de Formação Santa Rosa do Viterbo, que agrega também a Capela do Sagrado Coração de Jesus, busca na simplicidade e austeridade princípios que mantêm a instituição perto de um público mais tradicional.

Localizadas na Av. da Universidade, no número 1896, a casa de Santa Rosa e a capela podem até não ser reconhecidas pelos seus nomes, mas são velhas conhecidas de quem trafega por esse lado da cidade, principalmente por um detalhe: uma cruz “deitada” colocada no alto da igreja.

A simbologia da cruz inclinada e não no sentido vertical, como é de costume católico, é explicada pela irmã Angelita: “Quando Jesus carregou a cruz em seu ombro, ela não estava em pé, mas deitada. Isso quer dizer que nós estamos aqui para acolher e ensinar as pessoas a carregarem sua própria cruz”. A celebração tradicional às 6h15 da manhã de segunda a sábado acolhe os moradores do Centro.

 A edificação não ostenta luxo, mas tem suas riquezas: vitrais italianos, luminárias em forma de lírios e uma imagem do sagrado coração de Jesus que acolhe os fiéis no centro do altar da capela. Segundo uma das moradoras da casa, irmã Vitrícia Maria, em 1953 a capela ainda estava sendo construída, portanto, tem mais de meio século de vida ininterrupta.

As Irmãs Missionárias Capuchinhas, congregação à qual as irmãs da Casa Santa Rosa do Viterbo pertencem, chegaram no Ceará ainda no início do século XX, mais precisamente em 1904, no município de Canindé. Elas receberam da família do ex-governador Gonzaga Mota, o palacete onde hoje funciona a casa de acolhimento e passagem Santa Rosa do Viterbo e o terreno ao lado que deu origem à Capela. 

Fonte: Diário do Nordeste

5 comentários:

  1. Parabéns! Lindo trabalho de pesquisa e importante para aqueles que não tinham o conhecimento sobre a simbologia da cruz inclinada. Eu por exemplo, não sabia!
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luísa! É realmente um fato curioso o motivo de a cruz ser inclinada. Agradecemos a sua visita.
      Beijos das meninas!

      Excluir
  2. Excelente conhecimento e aprendizado em mais essa pesquisa!
    Valeu!
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O conhecimento é algo interessante, não é mesmo? Quanto mais se estuda, mais se aprende. Não tem fim!

      Beijos e abraços das meninas.

      Excluir
  3. Excelente matéria. Parabéns, meninas!

    ResponderExcluir

Agradeço pelo seu comentário!