sábado, 2 de fevereiro de 2013

“Não deveríamos nos aterrorizar com os pesadelos do sofrimento, nem nos exaltar indevidamente diante dos sonhos de belas experiências. Concentrando-nos nessas inevitáveis dualidades, ou “pares opostos”, de maya, perdemos de vista o pensamento de Deus, a Morada Imutável da Bem-aventurança. Quando despertarmos Nele, perceberemos que a vida mortal é apenas um filme, composto de luz e sombras, projetado na tela de um cinema cósmico.”


Paramahansa Yogananda, Assim Falava Paramahansa Yogananda



2 comentários:

  1. Isso! Não é para ser vislumbrado como 'um belo
    pensamento', mas para ser vivido cotianamente.
    Viver oscilando só entre o 'ótimo' e o 'péssimo', é desconhecer a maravilhosa gama de cores que a vida nos oferece, e se fixar apenas no preto e no branco.
    _Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordamos plenamente com você, tesco!
      Abraços.

      Excluir

Agradeço pelo seu comentário!