segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Cidade do Ceará

Cascavel
O topônimo Cascavel é uma alusão as lendas do local de origem do município.
A cidade foi construída em cima do ninho de uma cascavel gigante. No local onde se diz haver este tal ninho, foi construída uma torre e foi colocada no topo uma imagem de Nossa Senhora do Ó para que a santa impedisse da cobra sair. Devido a essa lenda, as autoridades mudaram o nome da cidade para São Bento, mas os habitantes não se acostumaram e continuaram a chamar de Cascavel, confiantes na força da santa que impedia que a cobra devastasse a cidade. Ninguém ousa retirar a imagem de cima da torre,com medo que a cobra saia e destrua tudo.
 A outra  lenda, mais aceita, que diz que os mercadores que faziam a viagem a pé ou a cavalo para a capital passavam por essas paragens e descansavam sob os pés de tamarineira (que na região era abundante), e em uma dessas paragens encontraram árvores enfestadas de cobras cascavéis e a partir desde dia começaram a se referir aquele lugar como "a passagem da Cascavel".
Quanto à origem do município sabe-se que as terras às margens dos rios Choró e Piranji, e a zona costeira da embocadura do rio Choró, eram habitadas por diversas etnias indígenas, entre elas os Potiguaras, os Anaces, os Jenipapo-Kanydés e outras. Com a ocupação definitiva  do território do Ceará, depois do Tratado de Taborda, as terras do atual município de Cascavel receberam a visita de missionários católicos da Missão Apostolada que tinham planos de construir uma missão indígena que aglomerassem as diversas tribos indígenas, que acabaram sendo doadas a diversas famílias na forma de sesmaria.
Sua denominação original era Sítio Cascavel, Cascavel, São Bento. Elevado à condição de cidade com denominação de Cascavel em 1833.


Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

Fonte: site da  prefeitura da cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário!