quarta-feira, 1 de agosto de 2012

O Elemento Pessoal na Busca de Deus

O Caçador de corações quer apenas o seu amor sincero. Ele é como uma criança: alguém pode Lhe oferecer toda a sua fortuna e Ele não a quer, um outro Lhe grita: “Oh! Senhor, eu te amo!” e para o coração desse devoto Ele dirá correndo.
Xxx
Deus não o forçará a desejá-Lo acima de tudo, porque Ele quer que o seu amor seja oferecido livremente sem nenhuma espécie de “provocação”. Eis todo o segredo do jogo deste universo. Aquele que nos criou anseia por nosso amor. Ele quer que Lhe demos nosso amor espontaneamente,  sem que Ele peça. Nosso amor é a única coisa que Deus não possui, a menos que queiramos concedê-lo a Ele.  Assim – veja você – até o Senhor tem algo para obter: nosso amor. E jamais seremos felizes enquanto não Lho dermos.
Xxx
O maior amor que você pode viver é a comunhão com Deus na meditação. O amor entre a alma e o Espírito é o amor perfeito, o amor que todos estamos procurando. Quando você medita, o amor cresce. Milhões de emoções atravessam o seu coração (...) Se meditar profundamente, virá a você um amor tal que a língua humana não pode descrever; você conhecerá Seu divino amor e será capaz de dar esse amor puro aos demais.
Xxx
Se estivermos em sintonia com Deus, vossa percepção será ilimitada, permeando todos os recantos do fluxo oceânico da Presença Divina.  Quando se conhece o Espírito e quando conhecemos a nós mesmos como Espírito, não há diferença entre a terra e o mar, nem entre a terra e o céu – tudo é Ele. A dissolução de tudo no Espírito é um estado que ninguém pode descrever. Sente-se uma grande bem-aventurança – plenitude eterna da alegria, conhecimento e amor.


Retirado do livro Onde Existe Luz, de Paramahansa Yogananda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário!