quinta-feira, 10 de maio de 2012

Cidade do Ceará


Assaré
Memorial Patativa do Assaré
Até o ano de 1775, o local onde assenta  a cidade de Assaré não era povoado em suas adjacências, num raio de 3 léguas, consistindo apenas em um campo nu de vegetação, à exceção de algumas carnaubeiras moitas de "pereiros", uma ou outra oiticica às margens de pequenos regatos que sulcam o terreno e correm no inverno; e mais uma infinidade de pequenos olhos d’água, nas encostas da serra e nas gargantas cachoeiras e a soberba pastagem nas várzeas e  "escalvados", tornavam-no apropriado para a criação em geral.
Naquele ano Alexandre da Silva Pereira, filho de Manoel da Silva, adquirindo as terras do local e adjacências, veio estabelecer-se com a família, criação e escravatura, à margem do regato mais volumoso da região, ficando-lhe ao norte a várzea de carnaubal, e ao sul, os campos de  "lagoa da pedra".
O proprietário tornou-se conhecido, mesmo em zonas distantes, dada a facilidade, por que aí se cruzavam as mais movimentadas estradas da época: a Cariri - Inhamuns com a Piauí - Sertões do Baixo (Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte); resultando um "pouso certo" e confortável para os transeuntes que aproveitavam as ocasiões para transações, transformando a fazenda em entreposto comercial.
Visando a promover o povoamento fez o proprietário diversas doações de terras em torno da fazenda, tendo o cuidado de reservar uma parte para o patrimônio do orago da futura  freguesia.
Em 1823, os independentes do Ceará Grande, organizando a expedição que foi conhecida por "Marcha de Caxias", a fim de sufocar os rebeldes do Piauí, transformaram o povoado em campo de concentração, ficando aí aquartelados, o que concorreu para melhorar as condições do Povoado.
Em 1831 ia ser elevado a distrito de paz, quando a revolução de Joaquim Pinto Madeira irrompeu no Cariri, vindo estas terras a ser teatro de lutas entre liberais e corcundas.
 A sede da freguesia, entretanto, ficou em Santana do Brejo Grande (1838), local impróprio. A construção da igreja matriz começou em 1842 no local da primitiva capelinha.
Em 1844, foi construído, a expensas da padroeira, o açude “Banguê”, depois denominado "Açude de Nossa Senhora".
 Assaré passou a sede de freguesia em 1850, com a transferência, para aí, da de Santana do Brejo Grande (Santana do Cariri), com a nova denominação de Nossa Senhora das Dores.
O Município de Assaré surgiu a 19 de julho de 1865, tendo sido instalado a 11 de janeiro de 1869, com  denominação de Assaré.
Origem Topônimo: Palavra indígena composta de IÇÁ (estaca) e ERE (Partícula afirmativa) “Naturalmente alguma estaca ali encontrada pelos índios e que atraiu-lhes a Atenção”> Para o Barão de Studart: AÇA-RÉ, ou seja  “A travessia diferente”, “A Talho”. Pompeu Sobrinho. Presume que o vocábulo Túpico, mas
Tapuia.

Gentílico - assareense

Localização
Localização de Assaré

Veja no site: http://www.ceara-turismo.com/mapas/mapa-politico.htm a localização da cidade.

FONTE: Site da prefeitura da cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário!