sábado, 16 de julho de 2011

Vinhetas

1. O número três na religião católica está presente muitas vezes. As pessoas da Santíssima Trindade, Pai, Filho, Espírito Santo. Os cravos da crucificação de Cristo. As virtudes teologais, fé, esperança e caridade. Os reis magos adoradores de Jesus, Baltazar, Belchior e Gaspar. As Marias acompanhantes da paixão de Jesus, Maria Santíssima, Maria Madalena e Maria Cléofas. A negação de Pedro a Cristo, antes de o galo cantar três vezes. Os dados com os quais os soldados disputaram a túnica de Jesus. As três cruzes, no Calvário, a de Cristo, a de Gestas (mau ladrão) e a de Dimas (bom ladrão). As perguntas do Salvador a Pedro se o amava, após as quais lhe conferiu a Chefia da Igreja. Os terços do rosário. Os destinos da alma humana (céu, purgatório e inferno). As cruzes da persignação, na testa, na boca e no peito. As quedas de Cristo, rumo ao calvário. Os anjos, Gabriel, Miguel e Rafael. 

2. Seu pavor relativamente ao fim do mundo não tem sentido. Leia o Evangelho de São Mateus: "Ouvires falar de guerras e de rumores de guerra. Isto não vos perturbe porque é necessário acontecer. Mas ainda não será o fim. Levantar-se-á nação contra nação, reino contra reino, e haverá fome, peste e grandes desgraças em diversos lugares. Tudo isto será apenas o início das dores. Então sereis entregues aos tormentos, matar-vos-ão, e sereis por minha causa objeto de ódio para todas as nações... Levantar-se-ão muitos falsos profetas e seduzirão a muitos... Este Evangelho será pregado pelo mundo inteiro para servir de testemunho a todas as nações, e então chegará o fim." (vinte e quatro, seis-quatorze).

Viu bem? Todos estes sinais ainda não se acham presentes no mundo, embora comecem a chegar. De qualquer maneira, pessoa alguma sabe quando virá o final. Na verdade, está no mesmo São Mateus, vinte e quatro, trinta e seis: " Quanto àquele dia e àquela hora, ninguém o sabe nem mesmo os anjos do céu, mas somente o Pai

Publicado em 14 de dezembro de 1985
Jornal O POVO                                          Itamar Espíndola 

Um comentário:

  1. Érika e Bárbara, bom dia!

    Esse texto com o título de VINHETAS possui uma conotação teológica bem interessante, por exemplo: os seminaristas que estudam teologia sabem que o número 3 reflete uma determinada simbologia específica, assim como muitos outros números. Ela tem uma conotação de completude (Pai, Filho e Espírito Santo), assim como em outros casos. Eu não tenho o e-mail de vocês para mandar alguns materiais, também! Tem como disponibilizar? Ahh..e o meu blog estou atualizando!

    Francisco Holanda (franciscoholandartes@blogspot.com)

    ResponderExcluir

Agradeço pelo seu comentário!