domingo, 23 de janeiro de 2011

O Ermitão e o escorpião


                Cedo da manhã aglomerou uma multidão que testemunhou a luta entre o escorpião e o ermitão.
                O escorpião veio arrastado em uma onda do rio Ganges, como qualquer outra que molhava os banhistas.
                Um ermitão, ao ir banhar-se no rio Ganges, viu o escorpião em uma desesperada luta pela vida. O santo devoto viu e correu para ajudar.
                Para o ermitão a deprimente determinação do escorpião não gerou o conflito de dois adversários naturais- ele o salvaria e o outro o ferroaria.
                Não demorou para que o ermitão  tentasse  tirar o escorpião da água, que ele o ferroou com sua cauda venenosa. Ao sentir a picada, o pobre homem puxou sua mão bruscamente e o escorpião caiu novamente na água.
                Isso não desestimulou o ermitão. Mais uma vez tentou tirar o animal da água, e mais uma vez este o picou.Firme na decisão de salvar o animal , continuou. A multidão assistiu perplexa ao santo devoto ajudando o cruel escorpião, que não parava de ferroá-lo. “Ele chamava a morte”, diziam entre as pessoas.
                “Que idiota esse ermitão” disse alguém entre a multidão.
                “Pessoa pouco prática” disse outro.
                O ermitão não se deixou abater sobre o que diziam.Estava decidido em salvar o animal de qualquer forma, sem pensar no aconteceria durante o processo.
                Mais uma vez o escorpião picou e o pobre homem novamente puxou sua mão violentamente, mas  o tempo todo sem pensar no sofrimento.
                Viram que ele sentia dor devido às  persistentes ferroadas.
                Alguém entre a multidão perguntou:” Por que você está tentando salvar essa criatura ingrata? Quem é agora que está sofrendo, você ou o escorpião?”
                O ermitão sorriu e respondeu: “É natural para o escorpião ferroar, assim como é natural para o devoto de  Deus amar servirPercebendo que o escorpião não queria desistir de sua natureza de ferroar, como você poderia querer que eu desistisse de minha natureza de ajudar aqueles que precisam"?


Sabedoria Indiana
Tradução não oficial por  Érika Oliveira

Um comentário:

  1. muito interessante, nos mostra como realmente vale a pena amar sem medir esforços e consequências. gostei muito!

    ResponderExcluir

Agradeço pelo seu comentário!