sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Book: uma ruptura tecnológica

Lendo uma reportagem em uma revista de grande circulação nacional, vimos que o Brasil é o pior leitor da América Latina: lê cerca de um livro por ano. O analfabetismo gira em torno de 15%. Em contrapartida, os Uruguaios leem 6 livros por ano e a taxa de analfabetismo é cerca de 2%. No Chile, a população lê em média 5 livros por ano, sendo sua taxa de analfabetismo 4%. Na Argentina, 3% da população não lê nem escreve, a quantidade de livros lidos por ano é cerca de 5 ao ano. Por isso, os livros no Brasil são tão caros: em média R$40,00. É a lei da oferta e da procura: no Uruguai, como você viu, é o maior leitor latino, os livros custam em média R$ 25,00.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço pelo seu comentário!